Reportagem culpa lavouras de soja e pesticidas pelo aparecimento de cobras

Publicado por farmfor em

aparecimento de cobras

TV do Rio Grande do Sul diz que as cobras estão aparecendo com maior frequência e picando humanos por conta do uso excessivo de pesticidas

Ataques de cobras viraram notícia no Rio Grande do Sul depois da trágica morte de um agricultor que foi picado por uma jararaca no interior da cidade de Coronel Bicaco.

Uma equipe de reportagem da RBS TV, afiliada Rede Globo no Rio Grande do Sul esteve na cidade e, de lá, atualizou as informações sobre as aparições de cobras da seguinte maneira:

“… tivemos mais dois casos claro não tão graves quanto o desse senhor. Isso porque aqui a região de Coronel Bicaco é uma região onde se usa muito pesticida né, uma região agrícola. E as cobras então acabam fugindo do seu habitat natural. O que contribui também é o calor, então os animais tem uma maior atividade por causa das altas temperaturas.”

Você pode acessar a reportagem neste link do Globoplay.

Nenhum especialista em cobras foi entrevistado pelo repórter, apenas um médico com orientações para pessoas picadas.

O Rio Grande do Sul está sofrendo com recordes de temperaturas altas (a causa secundária apontada pelo repórter) e secas. Sobre a teoria dos pesticidas e aparecimento de cobras, não temos notícia.

A própria RBS já foi melhor em outra reportagem de 2015. Em “Fundação Zoobotânica alerta para aparição de cobras e serpentes no RS” , disseram:

Com a chegada da primavera e a ocorrência de temperaturas mais elevadas, a Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul alerta para o surgimento de serpentes e cobras. Isso ocorre, especialmente, pela maior presença de pessoas no habitat delas e também uma maior circulação da espécie, em busca de comida e de parceiro sexual.

Veja também

No dia do pecuarista, RBS faz reportagem contra o consumo de carne.

Facebook Comments