SomaDetect – luz que monitora a qualidade do leite em tempo real

Categorias Bovinocultura
SomaDetect

Sensor desenvolvido no Canadá para ser usado em exames médicos virou um aliado dos produtores de leite no país

 

O SomaDetect é um aparelho que, uma vez acoplado na ordenhadeira, mede a qualidade do leite em tempo real, sem partes móveis e sem o uso de reagentes ou qualquer tipo de consumível. O líquido passa no aparelho e é “lido” por um feixe de luz que incide na tubulação. Conforme o reflexo que retorna para o sensor, assinaturas são lidas e um sistema de inteligência artificial consegue medir a quantidade de células somáticas, gordura, proteína, progesterona e até antibióticos.

 

O sensor, coração do SomaDetect, foi desenvolvido em 2014 pelo pesquisador Satish Deshpande, Phd em biofísica pela Universidade de Guelph, no Canadá. Ele pretendia criar um dispositivo que fosse simples e barato para a realização de exames médicos em humanos. Sem o acesso fácil a amostras de sangue, optou por fazer testes com laticínios disponíveis no supermercado: de leite de caixinha a creme de leite, todos foram “cobaias” no experimento. Quando notou a capacidade do sensor em ler dados do leite, reformulou o projeto para a área da agropecuária pelas mãos de sua filha, Bethany Deshpande, que fundou a empresa em 2016.

Sensor instalado em ordenhadeira da DeLaval.

 

Cada sensor tem o custo estimado de US$1000,00 dólares para a instalação. A empresa recentemente foi premiada com um cheque de um milhão de dólares do  43North business plan competition, um concurso para iniciativas inovadoras na América do Norte. Neste ano, 28 propriedades leiteiras estarão testando o sistema e ajudando a calibrar os algoritmos por trás da detecção dos componentes do leite.

O sistema promete acabar com o tradicional envio de leite para o laboratório e o tempo de espera para que o produtor tenha certificada a qualidade do que é produzido na propriedade. Com o SomaDetect, tudo fica pronto na hora.

Leia mais textos sobre bovinocultura no Blog do Farmfor.

 

 

Facebook Comments