Tag: John Deere

14 de outubro de 2021

Dez mil funcionários entram em greve na John Deere americana


greve na john deere

Sindicato alega que não conseguiu estabelecer um novo contrato de trabalho para a categoria, que garanta remuneração para uma vida decente e aposentadoria com dignidade

Mais de dez mil funcionários da John Deere nos Estados Unidos entraram em greve na madrugada do dia 14 de outrubro. Foram afetadas 14 unidades da empresa em um movimento organizado pelo UAW – International Union, United Automobile, Aerospace and Agricultural Implement Workers of America.

Fundado em 1935, o sindicato é um dos maiores da América do Norte e representa trabalhadores de diversos setores, com mais de 400 mil associados na ativa e 580 mil aposentados nos EUA, Canadá e Puerto Rico.

greve na john deere

Nota no site do sindicato. Qualidade de vida, melhor aposentadoria e ambiente de trabalho.

Em nota, a UAW afirma que John Deere falhou em apresentar um acordo que atendesse as demandas dos associados, que pedem salários que garantam uma vida decente, aposentadoria com dignidade e regras justas de trabalho.

piquete john deere

Piquete estilo americano: funcionários em greve protestam na porta da John Deere em Ottumwa, Iowa. Fonte: Twitter de Sarah Beckman.

Piquetes foram organizados nas portas das fábricas e os grevistas estão prontos para “brigar por um contrato que satisfaça as necessidades dos empregados”.

Greve na John Deere: a resposta da empresa

John Deere Ottumwa

Pátio da unidade da John Deere na cidade de Ottumwa, Iowa.

 

Em nota, a John Deere declara:

“A John Deere está comprometida com um resultado favorável para nossos funcionários, nossas comunidades e todos os envolvidos”, disse Brad Morris, vice-presidente de relações trabalhistas da Deere & Company. “Estamos determinados a chegar a um acordo com o UAW que coloque cada funcionário em uma posição econômica melhor e continue a torná-los os funcionários mais bem pagos nas indústrias de agricultura e construção. Continuaremos trabalhando dia e noite para entender as prioridades de nossos funcionários e resolver essa greve, ao mesmo tempo em que mantemos nossas operações funcionando para o benefício de todos aqueles a quem servimos. “

Tendência

Os Estados Unidos estão sofrendo uma onda de greves em diversos setores. Nos primeiros cinco dias de Outubro, cruzaram os braços os funcionários da Kellogg em 4 estados, motoristas de ônibus escolares, zeladores em aeroportos, enfermeiros e até os 60 mil trabalhadores da indústria de cinema e televisão.

Veja também

Tá faltando frango nos Estados Unidos e a culpa é do Fast-food


13 de agosto de 2021

Hacker invade a John Deere e a CNH e revela vários erros de segurança


hacker invade a john deere

hacker invade a john deere

Segundo o hacker, seria possível até mesmo jogar um trator em um rio ou alterar os parâmetros da pulverização, além de derrubar totalmente a rede, impedindo o trabalho

 

Um hacker chamado Sick Codes invadiu e auditou a rede da John Deere e da Case New Holland durante o período de três meses, revelando diversas vulnerabilidades de segurança. Todo o trabalho virou uma apresentação da DEF CON, o maior evento do mundo para hackers e empresas de segurança realizado em Las Vegas, EUA, no início de agosto.

O Sick Codes é do time dos “hackers do bem”  e comunicou as empresas sobre as descobertas. Acompanhado de um time de especialistas, ele descobriu que seria potencialmente possível:

  • Fazer upload de arquivos para os dispositivos dos produtores rurais e mudar diversos parâmetros, como  as coordenadas do GPS durante o trabalho;
  • Alterar a dosagem nos sistemas que controlam a pulverização;
  • Jogar um trator em um obstáculo reconhecido como uma estrada movimentada, penhasco ou rio;
  • Desligar totalmente a comuniação com as propriedades;
  • Apagar arquivos;
  • Colocar em risco todo o sistema de produção de alimentos dos Estados Unidos e outros países, fazendo qualquer coisa com o Centro de Operações da John Deere.

Em suma, o hacker fez barba, cabelo e bigode e poderia ter feito ainda mais (palavras dele), mas parou por confiar na empresa e que tudo seria melhorado.

A John Deere negou todas as “acusações” e disse que o hacker está errado, que os problemas de segurança não permitiriam o acesso a contas de usuários, dados agronômicos e informações sobre revendas. 

Nós não vamos alongar muito na parte técnica da coisa, mas sendo verdade tudo o que o hacker falou (e mostrou para a maior comunidade de hackers do mundo oficialmente) o cenário seria de completo caos se um grupo criminoso realizasse o mesmo trabalho destes investigadores.

Em resumo: na linguagem da TI, o hacker teve root access na John Deere e conseguiu também simular credenciais para entrar em qualquer sistema. Todas as vulnerabilidades foram corrigidas pela empresa.

Hacker invade a John Deere – abaixo, o vídeo completo da apresentação, em inglês:

Usuários brasileiros da Case IH teriam sido expostos

hackers na CASE IH

A Case IH e New Holland também foram alvo da pesquisa, por possuirem sistemas semelhantes e grande controle remoto sobre o maquinário. E sobrou para os brasileiros!

Segundo o hacker, um servidor da Case IH com falhas de segurança permitiu a visualização de dados de produtores brasileiros. Nas tabelas, nome de usuário, nome e sobrenome, endereço IP e sessão, permitindo que o hacker entrasse no sistema usando estas credenciais, se passando pelo cliente.

usuario brasileiro

Acima: dados de um agricultor brasileiro presente nos servidores da Case IH: os dados que identificam a pessoa foram riscados. 

Resumindo

Os hackers mostraram profunda preocupação com a produção mundial de alimentos e a possibilidade de um grupo criminoso promover ataques contra a estrutura das empresas pesquisadas. Como não são da área, demonstram na apresentação uma profunda preocupação com “máquinas gigantes e com serras na frente” sendo controladas remotamente de forma maliciosa (eles mostram uma ensiladeira John Deere no Power Point). Também ficaram apavorados com o grau de amadorismo em TI dos administradores das redes, com erros muito básicos.

Onde ler mais sobre o ocorrido

Hacker Says He Found a ‘Tractorload of Vulnerabilities’ at John Deere 

Flaws in John Deere Systems Show Agriculture’s Cyber Risk 

Being “root” on two Agriculture Companies (in Good Faith). Maxing out the John Deere Operations Center Worldwide and Case Industrial in Brazil [AgriculturaL Security & Hacking]

DEF CON: Security Holes in Deere, Case IH Shine Spotlight on Agriculture Cyber Risk

John Deere Harvests Def Con Mockery for Lax Web Security 

 

 


3 de agosto de 2021

R975i, pulverizador de arrasto da John Deere, é o maior da marca


R975i

R975i

A John Deere ampliou sua linha de pulverizadores de arrasto com o R975i, o maior já fabricado pela empresa na categoria

A John Deere anunicou seus lançamentos para 2022 e entre eles está o R975i, um pulverizador de arrasto com tanque de 7500 litros de capacidade, permitindo mais tempo de pulverização e aumento da produtividade. A série R900i já tem os modelos R944i (400 litros), R925i (5200 litros) e R962i (6200 litros).

Ainda segundo o release para a imprensa divulgado pela John Deere UK:

Tal como acontece com outros pulverizadores da gama, este novo modelo beneficia das tecnologias John Deere Precision Ag, permitindo aos clientes lucrar com soluções inteligentes adicionais. O R975i foi projetado para atender aos requisitos do cliente para volumes maiores de tanques e barras mais largas, bem como maior precisão, uso reduzido de produtos químicos e mais conforto ao encher e operar o pulverizador.

john deere

O novo volume maior da máquina significa que os agricultores e empreiteiros podem passar mais tempo na pulverização do campo e, assim, aumentar a produtividade cobrindo áreas maiores com um tanque. O comprovado sistema de solução de circuito duplo PowrSpray também ajuda a acelerar os tempos de enchimento, melhora a aplicação do spray e aumenta a precisão.

Pela primeira vez nos pulverizadores John Deere, os modelos das séries M900 (i) e R900i oferecerão espaçamento de bico de 25 cm como opção. Esta é uma solução ‘no centro’, o que significa que um bico adicional é colocado entre cada corpo de bico de 50 cm na barra de pulverização. A John Deere também adicionou um corpo de bico e um bico adicional em cada extremidade da lança para oferecer cobertura total e eliminar subdosagem nas extremidades da lança.

Todas as gamas de pulverizadores arrastados também se beneficiarão das opções lançadas na série R700i para 2021. Isso inclui o Controle de bico individual, que limita a sobredosagem ou subdosagem para ajudar a preservar os rendimentos enquanto economiza custos de insumos. O Controle de Bicos oferece economia em defensivos agrícolas de até 6 € / ha * além do Controle de Seção.

Outra característica é o novo Sistema de Transferência Fechado, que é um acoplamento aprovado pela ISO. Isso evita o contato e qualquer derramamento de defensivos agrícolas, para garantir que o enchimento do pulverizador seja seguro para o meio ambiente e para o operador.

pulverizador john deere

Nos pulverizadores das séries M700 (i) e R700i, um recurso adicional importante para os mercados alemão e holandês é uma nova lança de 33 m de largura com seção de 3 m ou opções de controle de bico individual. Esta lança complementará pequenas perfuratrizes de grãos de 3m, bem como colheitas em linha de 75 cm, permitindo menos passagens com um tanque cheio e, portanto, também aumentando a produtividade.

* Calculado para uma fazenda de 500ha cultivando trigo, com custo de herbicida de 53 € / ha e custo de fungicida de 65 € / ha – economia de cinco por cento em 118 € = 5,9 € / ha.

Veja também

Publicações sobre a John Deere no Blog do Farmfor

 

 


20 de maio de 2021

Ex-mulher de Bill Gates recebe ações da John Deere


ex-mulher de bill gates

Melinda Gates, agora ex-mulher de Bill Gates, já é a feliz proprietária de um pedaço da gigante das máquinas agrícolas

Bill Gates, o bilionário da tecnologia, pai do Windows e recentemente alçado ao mundo da agricultura com a revelação do seu apetite por terras e de sua parcela de ações na John Deere, está se divorciando de Melinda Gates após 27 anos de casamento. O processo já vem correndo faz muito tempo, mas só recentemente ficou público.

bill gates melinda

Em primeiro plano, Melinda Gates, agora ex-mulher de Bill Gates. Estaria ela pensando em trocar a cor dos tratores?

E a partilha dos bens já começou. Circula na imprensa especializada que Bill repassou recentemente US$ 850 milhões em ações da John Deere para Melinda, somando um total de US$ 3 bilhões com partes de outras empresas, como Coca-Cola e uma ferroviária no Canadá.

A operação foi levada a público por uma questão legal nos EUA: como Bill Gates tem mais de 10% de ações da John Deere, é obrigado a declarar estas operações no mercado.

 

bill gates é o maior

Com a transferência, Bill Gates passa a possuir apenas 9,3% da John Deere.

John Deere – maior empresa de maquinário agrícola do mundo – tem quase 70 mil empregados em todas as suas unidades. Todos a movimentação de ações do casal Gates é feita através da empresa Cascade Investiment, o “CNPJ” da família no mercado financeiro.


9 de março de 2021

Fendt é a marca campeã no DLG-ImageBarometer 2020


DLG-ImageBarometer

DLG-ImageBarometer

DLG-ImageBarometer

Todo ano, os agricultores da Alemanha avaliam a a “imagem” das empresas de maquinário agrícola de sete áreas diferentes, através da DLG-ImageBarometer, pesquisa organizada pela DLG (Sociedade Agrícola da Alemanha). A edição 2020 começou a ser realizada em agosto e ouviu por telefone 712 agricultores e gerentes de propriedades, sobre como estes avaliam a força das marcas.

O resultado

DLG-ImageBarometer

 

A Fendt ficou na frente, com 59 pontos (mesma pontuação de 2019), seguida por John Deere com 51 (59 em 2019) e Claas com 51 (56 em 2019). Na sequência, aparecem as marcas Amazone, Lemken, Horsch, Deutz-Fahr, Kverneland, Krone e Pöttinger.

 

marcas de tratores - fendt

“Estamos satisfeitos que os agricultores mais uma vez votaram na marca Fendt para o primeiro lugar na pesquisa DLG independente ”, disse Christoph Gröblinghoff, Presidente do Conselho de Administração da AGCO / Fendt. “Mesmo na avaliação das quatro regiões, desta vez conseguimos levar a primeira posição. Em nossa região natal, o sul, bem como no norte e no oeste, fomos novamente eleitos o número um. No ano passado, no entanto, gerentes de fazendas e agricultores no leste também deram à marca Fendt a pontuação mais alta.”. 

Segundo a Fendt, os participantes da pesquisa avaliam as empresas em quatro categorias: Conscientização, Lealdade, Satisfação e Imagem, podendo atribuir no máximo 25 pontos por categoria. Portanto, a pontuação máxima na avaliação é de 100 pontos no total.

Em comparação com outros anos, a pesquisa foi realizada bem no final do ano. O período anterior da pesquisa, começou em agosto e foi no meio da safra, então o novo período da pesquisa desonra os agricultores. A idade média dos entrevistados este ano foi de 51 anos. Em média, os participantes tinham um diploma de mestrado ou diploma universitário e cultivavam 268 hectares de terras agrícolas convencionais.

Veja também

As melhores e piores marcas de tratores segundo os distribuidores da Europa


4 de março de 2021

John Deere lança novos modelos de tratores na Série 9


John Deere Lança novos

John Deere Lança novos

De tempos em tempos, a John Deere lança novos tratores e este ano tudo está diferente, com pandemia, ausência da presença física em feiras agrícolas e muito investimento online. O início do mês de março trouxe novidades para a Série 9, com destaque para os modelos 9R 640 e 9RX 640. Os tratores ficaram mais fortes, eficientes e inteligentes, segundo o marketing da empresa.

novo motor john deere

Destaque: novo motor PowerTech 13.6 litros de 640 hp nos modelos principais (entre 390 e 590 no resto da série 9). Quando necessário, o sistema hidráulico inteligente do trator entrega ainda mais 50 hp, útil nas subidas e em pontos complicados do terreno.

Uma cabine mais espaçosa e confortável também é novidade. Todos os modelos por padrão possuem o sistema JDLink e receptor StarFire 6000, além do  display CommandCenter de quarta geração.

É claro que é uma série de tratores para poucos, dedicada a trabalhos em grandes propriedades, muitas vezes com uma janela de trabalho bem apertada. Mas nada impede que qualquer amante de máquinas agrícolas dê um passeio pelos vídeos da John Deere, observando cada detalhe. Abaixo, os vídeos do canal no Youtube publicados por ocasião do lançamento da nova série (em inglês, mas o Youtube pode traduzir).

Acima: novidades da Série 9, novo motor e cabine.

Veja também

Arquivos John Deere – Blog do Farmfor


1 de março de 2021

Quais foram os dez melhores tratores de todos os tempos?


dez melhores tratores

Dez Melhores Tratores (segundo um site americano)

dez melhores tratores

O mesmo finado site que compilou a lista com os dez piores tratores já fabricados no mundo também listou os dez melhores tratores de todos os tempos. Outra vez, reforçamos que o levantamento não possui valor científico e foi baseado em comentários de usuários americanos na Internet e dentro dos critérios popularidade, influência e inovação.

Vamos aos escolhidos, em ordem decrescente!

10. Trator Ford 9N

ford 9n farmfor

O Ford 9N foi fabricado entre 1939 e 1942, com motor de 16 hp. Também conhecido como Ford-Ferguson, foi o primeiro trator de linha com engate hidráulico de três pontos, com projeto de Harry Ferguson.

9. Trator Massey Ferguson 135

massey ferguson 135

O MF 135 foi fabricado entre 1964 e 1975, com motor de 45 hp. Foi o trator Massey Ferguson mais popular nos EUA, figurando entre todas as marcas como um dos melhores em sua época. Uma combinação ideal de durabilidade, simplicidade e preço baixo.

8. Trator John Deere 4440

john deere 4440

Fabricado entre os anos 1978 e 1982, o John Deere 4440 tinha motor de 112 hp e 130 hp no PTO. Foi o trator John Deere mais popular da série Iron Horse. Bom de potência para o peso total em relação a outros modelos, motor confiável e ótima transmissão completavam o pacote.

7. Trator Oliver 70

oliver 70

O Oliver 70 foi fabricado entre 1935 e 1948 com um motor de 28 hp. Líder em vendas após a Grande Depressão nos EUA, era durável, tinha potência e um design inovador.

6. Trator Farmall M

Farmall M

Fabricado entre 1939 e 1952, tinha 33 hp de potência. Um dos mais populares tratores Farmall da série “com letras”, com mais 290 mil unidades produzidas.

5. Trator Ford 8N

Ford 8N

O Ford 8N foi fabricado entre 1947 e 1953. Tinha motor de 21 hp e é considerado o trator americano mais popular de todos os tempos, com mais de 524 mil unidades produzidas. Foi um “upgrade” potência e design do seu antecessor, o Ford 9N. Era barato e confiável e ainda dizem que foi o trator que mais substituiu cavalos na história.

4. Trator Ferguson TE-20

Ferguson TE-20

Produzido entre 1946 e 1956, tinha 20 hp de potência. Popularizou o sistema hidráulico de três pontos de Harry Ferguson no mundo inteiro. Foi fabricado primeiro na Inglaterra e posteriormente nos EUA com o nome TO-20. Mais de 516 mil unidades foram fabricadas e exportadas para todo o Império Britânico, sendo um dos pioneiros na mecanização agrícola mundial. Nós já falamos aqui de um parente dele, o Ferguson TO-30.

3. Trator Fordson Model F

Este senhor de respeito foi fabricado entre 1917 e 1928. Com seus 12 hp, é considerado por muitos como o trator mais importante já fabricado. Foi o primeiro trator acessível para os agricultores por conta dos métodos de fabricação com as técnicas de produção em massa da Ford. Mais de 755 mil unidades foram fabricadas e exportadas para o mundo inteiro.

Fordson Model F na Rússia em 1929.

2. Trator Farmall Regular

Farmall RegularFabricado entre 1924 e 1932, tinha um motorzinho de 13 hp e um design revolucionário para a época que foi copiado por diversas marcas por décadas. Mais de 134 mil unidades foram fabricadas. Um grande influenciador da indústria.

1. Trator John Deere 4020

john deere 4020

O campeão da lista foi fabricado entre 1963 e 1972, com motor de 83 hp. Foi o modelo mais popular da série “New Generation” e que projetou a John Deere, dando o primeiro passo para o avanço da marca no design dos seus tratores, servindo de modelo de potência e projeto para o futuro. 

Menções honrosas da lista, fora dos TOP 10:

O site também considera os modelos Farmall H, Deutz F1M414, Allis-Chalmers D19, John Deere A e o  IH Farmall 1206 tratores que merecem uma lembrança.

A Lista dos TOP 10, em vídeo:


27 de fevereiro de 2021

Quais foram os dez piores tratores já fabricados no mundo?


dez piores tratores

dez piores tratores

Os dez piores tratores já fabricados

O site Brush Country Farm (que já não está entre nós) compilou uma lista com os dez piores tratores já fabricados, baseada em depoimentos de usuários e comunidade agrícola em geral publicados em fóruns da internet e redes sociais. Os dados foram coletados em 2018 e um vídeo ainda publicado no Youtube deixou o listão eternizado para quem quiser conferir.

Vamos reproduzir aqui a lista, em ordem decrescente. No final, a pior bucha já fabricada pela indústria de máquinas agrícolas. É bom saber que o listão não tem respaldo científico e não queremos ofender as marcas (existentes ou já falecidas), trata-se apenas de curiosidade levantada pelo site.

10. Allis Chalmers 190XT

allis chalmersFabricado entre 1964 e 1971, motor de 79 hp. Conhecido por estourar os anéis de vedação e ser péssimo para conduzir. Foto: Mecum Auctions.

9. Case 1070

Fabricado entre 1970 e 1978. Motor de 91 hp. Péssima transmissão.

8. Oliver 1250

Motor a gasolina (mesmo do Cockschutt 1250). Fabricado entre 1963 e 1965. 35 hp no PTO. O ódio? construído com peças que sobraram da Segunda Guerra Mundial que não eram muito boas.

7. Massey Ferguson 1805

Fabricado entre 1974 e 1077, motor de 162 hp. Conhecido por ser muito barulhento e estourar as juntas do motor.

6. International Harvester 3588

Fabricado entre 1978 e 1981, 126 hp. Segundo o site, uma grande ideia com uma péssima execução.

5. John Deere MT

Fabricado entre 1949 e 1952, 18 hp. Fraco de motor.

4. Oliver 1450 (igual ao Cockschutt 1450)

Oliver 1450

Fabricado entre 1967 e 1969, 55 hp no PTO. Juntas que vazavam, difícil reparo e poucas peças disponíveis no mercado.

3. Farmall 560

Fabricado entre 1958 e 1963, 53 hp. Ruim de transmissão e conhecido como “o trator que matou a IH”.

2. John Deere 2010

Fabricado entre 1960 e 1965, 39 hp. Problemas hidráulicos e motor fraco.

O Número 1: Ford 6000, o pior trator de todos os tempos!

pior trator do mundo

Fabricado entre 1961 e 1964, 59 hp. Tinha uma transmissão chamada Select-O-Speed que falhava o tempo inteiro.

Este foi o listão compilado em 2018. Abaixo, a versão em vídeo para quem quiser conferir:

Chegou até aqui? Não esqueça de participar do nosso canal no Telegram: basta acessar o link https://t.me/blogdofarmfor para entrar.


22 de fevereiro de 2021

Site diz que John Deere mentiu durante anos para os agricultores


john deere mentiu

john deere repair motherboard

A John Deere mentiu para os clientes sobre a facilitação do acesso aos tratores para manutenção. A constatação é fruto de uma investigação do site Motherboard que supostamente revelou as promessas da gigante das máquinas agrícolas em 2018 (leiam A briga entre agricultores e a John Deere virou documentário), no auge dos conflitos do movimento Right to Repair.

A John Deere teria prometido, através de representantes dela e de outras marcas, que deixaria mais acessível o uso de ferramentas de software para reparo e diagnóstico, começando em janeiro de 2021. Tudo está documentado aqui (em inglês) em uma espécie de carta de princípios.

Resumidamente (em uma tradução simples), a carta diz:

Na medida em que ainda não estiverem disponíveis, as informações de manutenção, diagnóstico e reparo listadas abaixo serão disponibilizadas aos usuários finais por meio de revendedores agrícolas autorizados em termos justos e razoáveis, começando com tratores e colheitadeiras colocadas em serviço em ou após 1º de janeiro de 2021.

Os usuários finais também poderão comprar ou alugar ferramentas de diagnóstico por meio de revendedores agrícolas autorizados. Certas informações e ferramentas poderão estar disponíveis mais cedo. Os revendedores agrícolas estão empenhados em fornecer acesso a:

• Manuais (Operador, Peças, Serviço);
• Guias de produtos;
• Demonstrações de serviço do produto, Treinamento, Seminários ou Clínicas;
• Informações de gerenciamento de frota;
• Diagnóstico On-Board via porta de diagnóstico ou wireless interface;
• Serviço de Diagnóstico Eletrônico de Ferramentas de Campo e treinamento sobre como usa-las;
• Outras publicações com informações sobre serviço, peças, operação e segurança.

Usando essas informações e essas ferramentas, que estarão disponíveis para compra, aluguel ou assinatura de revendedores, os agricultores serão capazes de identificar e reparar vários problemas que possam encontrar em seus equipamentos. FWEDA e CFBF suportam a capacidade dos usuários de equipamentos de manter, diagnosticar e reparar suas máquinas. No entanto, a capacidade de diagnosticar e reparar não significa o direito de modificar. Por segurança, durabilidade, motivos ambientais e de responsabilidade, informações e ferramentas de diagnóstico e reparo não permitirão que os consumidores façam o seguinte:

• Reinicialize um sistema imobilizador ou eletrônicos relacionados à segurança módulos;
• Reprogramar qualquer eletrônico unidades de processamento ou controle do motor unidades;
• Mudar qualquer equipamento ou configurações do motor afetando negativamente emissões ou conformidade de segurança;
• Baixe ou acesse a fonte código de qualquer proprietário incorporado software ou código.

Em função do conflito entre agricultores e a John Deere na época – muitos recorriam a softwares piratas para quebrar o código do trator e realizar manutenção – alguns estados americanos chegaram a planejar a criação de leis que obrigassem a John Deere a abandonar a ideia de bloquear eletronicamente a manutenção dos tratores, mas o comprometimento da empresa e a promessa da carta acalmaram os ânimos.

john deere mentiuJohn Deere mentiu?

Três anos depois, as coisas continuaram da mesma maneira. Para comprovar, o site Motherboard se fez passar por cliente e ligou para diversas revendas John Deere nos EUA, tentando comprar as ferramentas de software para liberação dos tratores., todas negaram a venda de imediato, deram uma enrolada ou disseram que só as autorizadas poderiam ter acesso a estes sistemas. O mesmo procedimento foi realizado também por um defensor do movimento Right To Repair, Kevin O’Reilly, mas com 11 revendas. Um relatório sobre esta pesquisa está disponível em inglês neste link.

Este novo capítulo da briga entre a John Deere o seus usuários deverá agitar o mercado. Talvez as partes fiquem no meio do caminho entre a liberdade para dar manutenção no próprio trator sem precisar ligar para a revenda, ficar dias inteiros parado e gastar milhares de dólares e a proteção da propriedade intelectual da empresa que investiu tempo e recursos no desenvolvimento dos produtos.

 

Veja também

Why American Farmers Are Hacking Their Tractors With Ukrainian Firmware

John Deere Lied For Years About Making Its Tractors Easier To Service

 


21 de janeiro de 2021

Marcas de tratores mais vendidas na Espanha em 2020


marcas de tratores mais vendidas




marcas de tratores mais vendidas

 

O site espanhol Mas Que Maquina compilou uma lista com as marcas de tratores mais vendidas no país em 2020. São elas:

  1. John Deere – 2429 (24,2%)
  2. New Holland – 1403 (14%)
  3. Kubota – 736 (7,3%)
  4. Case IH – 683 (6,8%)
  5. Deutz Fahr – 776 (7,7%)
  6. Fendt – 744 (7,4%)
  7. Massey Ferguson – 496 (4,9%)
  8. Landini – 479 (4,8%)
  9. Same – 298 (3%)
  10. Claas – 287 (2,9%)
  11. Valtra – 322 (3,2%)
  12. McCormick – 262 (2,6%)
  13. Lamborghini – 196 (2%)
  14. Outros – 933 (9,3%)

Marcas de tratores mais vendidas na Espanha

Foram vendidos na Espanha em 2020 10044 tratores contra 12029 em 2019 por conta da crise em geral e a pandemia de coronavírus. A potência média do trator vendido na Espanha é de 116,6 hp (contra 113,3 em 2019) e o preço por hp aumentou: foi de 459 euros para 505.

Os dados são do ROMA – Registros Oficiales de Maquinaria Agrícola.


16 de janeiro de 2021

Bill Gates é o maior acionista da John Deere? Sim


bill gates é o maior




Com a nossa história sobre Bill Gates não ser o “maior fazendeiro” dos EUA (leia em Bill Gates é o maior proprietário de terras nos EUA? Não é bem assim) , outra questão surgiu vinda dos nossos leitores: é verdade que Bill Gates é dono de parte da John Deere? Sim, é verdade.

Importante: participe também do canal no Telegram para receber o nosso conteúdo, clicando neste link!

Sua firma de investimentos chamada Cascade Investment LLC comprou 87 mil ações da John Deere em setembro de 2019, chegando ao percentual acima de 10%, no topo entre os demais acionistas.

john deere top 10

Acima: lista dos dez maiores investidores da John Deere: no topo, a Cascade com 10,06% das ações, valendo 8,4 bilhões de dólares. Fonte: CNN Business.

 

Bill Gates é o maior acionista da John Deere? Veja também

Deere’s Largest Shareholder, Bill Gates, Now Owns More Than 10% (Barron’s).


12 de janeiro de 2021

John Deere processa a Kinze por quebra de patente em plantadeiras


john deere processa a kinze




john deere processa a kinze

John Deere processa a Kinze

A John Deere abriu um processo nos EUA contra a Kinze alegando que os seus sistemas True Speed / SureSpeed são cópias de tecnologias da empresa. A Kinze já emitiu nota no início de dezembro de 2020 alegando que este tipo de disputa não é incomum no mercado de máquinas agrícolas e continua firme vendendo seus equipamentos.

Veja também: Ex-funcionário da John Deere reforça: Precision Planting copiou a empresa.

Sistema True Speed em vídeo.

John Deere processa a Kinze – A história é antiga

A Kinze tem uma longa história de brigas com a John Deere e já documentou fartamente em seu site estes problemas. São pelo menos 5 textos contando passo a passo o conflito. Confira a primeira parte em John Deere V. Kinze Part One: the Meeting of Two Fools, de março de 2016. Até mesmo um livro foi escrito e está disponível na Amazon.

 

 


21 de dezembro de 2020

Mercenários russos explodem trator John Deere na Ucrânia


mercenários russos




Um tratorista da Ucrânia passa bem (com ferimentos leves) depois de um susto daqueles nesta segunda, 21 de dezembro: seu trator foi atingido por um lança-granadas enquanto voltava da lavoura com um arado. Os autores da façanha foram os russos. A região de Kamyanka está em conflito e grupos dos dois lados andam se estranhando. A notícia é do site 112 International.

O Lançador de granadas SPG-9 que abateu o John Deere. Foto meramente ilustrativa.

Acima: tweet sobre o trator abatido por mercenários russos.

Região do ataque. Fonte: Twitter de Michael MacKay.

Saiba mais

A Guerra Civil no Leste da Ucrânia, igualmente referida como Guerra na Ucrânia, Rebelião pró-russa na Ucrânia ou Guerra em Donbass, é um conflito armado em andamento na região de Donbass na Ucrânia. Desde o início de março de 2014, manifestações de grupos pró-russos e antigoverno ocorreram nos oblasts de Donetsk e Luhansk, que integram a região da Bacia do Rio Donets, na sequência da Revolução Ucraniana de 2014 e do movimento Euromaidan. Wikipedia.


1 de outubro de 2020

John Deere ultrapassa Massey Ferguson no Top of Mind 2020


top of mind

O Top of Mind é uma pesquisa de lembrança de marcas realizada pelo Grupo Amanhã, do Rio Grande do Sul

Todo ano, a Revista Amanhã realiza o Top of Mind, uma pesquisa que mede a situação das marcas no Rio Grande do Sul, em diversos setores. Vai de canais de televisão até máquinas e equipamentos.

Na categoria “Máquina Agrícola”, a John Deere é a nova líder, com 21,1% das menções, seguida por Massey Ferguson com 19,7% e AGCO com 8,6%. Foram 1200 entrevistas realizadas entre 10 de abril e 25 de maio pela internet, com um grau de confiança de 95% e margem de erro de 4 pontos.

Em “Caminhão”, a Mercedes-benz ficou em primeiro com 69,5%, Volvo em segundo com 8,6% e Scania 6,7%.

Na categoria “Startup de Sucesso do RS” apareceu a empresa Aegro em terceiro lugar com 8%, antes da Triider com 12% e a Warren com 16%.

Veja também

Top Of Mind RS 2020 divulga as marcas mais lembradas em coletiva de imprensa


14 de setembro de 2020

Agricultor toma todas e capota colheitadeira nos EUA


Agricultor Toma Todas

De porre, o agricultor saiu pelo asfalto e acabou capontando a John Deere depois de cair em uma vala. O caso acabou na delegacia.

Michael Carr, um agricultor de 45 anos da cidade americana de Berthold, no estado de Dakota do Norte, resolveu subir na colheitadeira para dar uma voltinha, totalmente bêbado. Não foi um acidente de trabalho: o cara realmente pegou a colheitadeira para “brincar”.

A aventura aconteceu no domingo, 30 de agosto e acabou em uma vala na beira do asfalto. As fotos abaixo, da Polícia de Berthold, explicam a situação:

Agricultor Toma Todas
Agricultor toma todas – o autor da façanha.

A colheitadeira John Deere S670 teve perda total. Já o Michael Carr foi preso por dirigir bêbado e teve mais uma bronca por falta de documentação da máquina. Já está preso e aguardando julgamento.


19 de agosto de 2020

John Deere x9 já tem preço definido no Reino Unido


John Deere X9 preço

A colheitadeira John Deere X9 tem tudo para ser a máquina mais cara disponível na terra da Rainha. É coisa para poucos nobres.

A colheitadeira mais nova da John Deere (e maior de todas do fabricante) já tem preço definido no Reino Unido, segundo o site Farmers Weekly. A John Deere X9 1100 com plataforma HDX de 12 metros sairá por módicas £850,328.

Em dinheiro brasileiro, o valor equivale a 6,2 milhões de Reais. Isso mesmo, R$ 6.170.075,12 no câmbio de hoje (R$ 7,26).

A colheitadeira sozinha sai por £725,908 (R$ 5.276.369,73). Para comparação, a rival Lexion 8900 custa £520,460 (R$ 3.783.040,54).

John Deere X9 preço – Veja também

John Deere X9 1000 e 1100 – mais dados sobre as Tops da marca.

John Deere X9 e Claas Lexion 780 lado a lado no Xtreme Testing.


21 de junho de 2020

Amigos fazem vaquinha e recuperam trator de agricultor em leilão


amigos

O exemplo de amizade e espírito comunitário aconteceu na cidade de Beresford, interior de Dakota do Sul, nos EUA

O agricultor Nick Sievers passou por problemas financeiros no último ano e acabou tendo que vender suas máquinas. Em especial, o primeiro trator da propriedade – a máquina de trabalho de uma vida toda – um John Deere 4520. A triste história foi anunciada no Facebook no dia 3 de junho de 2020.

https://www.facebook.com/nick.sievers.7/posts/2933425713402323

Os vizinhos ficaram sabendo e um deles, Jed Olberson, organizou uma vaquinha e juntou em 24 horas dinheiro suficiente para arrematar o trator no leilão por US$ 7025 mais taxas e ainda sobrou um pouco para cobrir despesas de manutenção e uma “reserva técnica” para o amigo.

amigos
O trator recuperado, comprado antes do casamento do proprietário. Foto: Melissa Sievers.

Além dos vizinhos e amigos, colaboraram com a vaquinha os pequenos negócios da cidade, como restaurantes, revendas de carros usados e até mesmo o leiloeiro.

A história teria um final feliz perfeito, com a entrega do trator na propriedade de Nick Sievers. Infelizmente, problemas mecânicos modificaram os planos e apenas a chave foi devolvida, para o resgate na oficina. Mesmo assim, emocionante.

O trator que participou da celebração do casamento de Nick e Melissa, hoje recuperado e em foto com a família, graças aos amigos. Outra vez, foto de Melissa Sievers.

Hoje o agricultor agradece a ajuda de amigos, vizinhos e até pessoas estranhas que ofereceram ajuda. E diz que a prova de que as pessoas são boas está na forma como o velho trator John Deere voltou para o seu dono.

Saiba Mais

Friends come together to buy farmer’s first tractor back from sale


19 de junho de 2020

Wagner Tractor, máquina dos anos 50 que foi parar nas mãos da… adivinha?


Wagner Tractor

Trator foi pioneiro com a tecnologia de articulados nos anos 50 e fez muito sucesso no segmento de grandes máquinas agrícolas nos Estados Unidos

A Wagner Tractor Company foi criada nos Estados Unidos em 1954 por sete irmãos (Bill, Guy, Eddie, Walt, Harold, Irvin, e Elmer Wagner) e o amigo J. Burke Long. A engenharia era do irmão Elmer, que já brincava com o desenho de tratores desde 1949.

Modelo TR-14A

A pequena empresa familiar vendeu bem tratores com motores Waukesha e Cummins, com a marca Wagner Tractor e também como Tractormobile. A lista de modelos pode ser conferida no site WagnerTractors.com.

Como várias pequenas empresas da época, a Wagner Tractor foi vendida. Em 1961 passou para as mãos da FWD Corporation, que montou uma divisão só para a produção de tratores chamada FWD Wagner. Posteriormente, repassaram o negócio para outra empresa, a Raygo Corporation.

Wagner Tractor já na cor verde. Foto: Sloan Implement.

Em 1969, a John Deere começou a comprar os tratores da Wagner até montar o próprio modelo com tração 4WD, para superar o John Deere 8010.

O fim da Wagner Tractor

Tecnicamente, a empresa não foi comprada pela John Deere, mas um contrato com cláusula de “não competição” neste período de fornecimento de tratores impediu que a Wagner continuasse produzindo o próprio modelo. Segundo o site Tractors Fandom, alguns revendedores da WT acabaram adaptando os modelos remanescentes e criando outras marcas, como a Rite e o glorioso Big Bud.


16 de junho de 2020

Ford 960 com colhedor de milho e outras raridades em leilão americano


Ford 960

A edição 2020 do Gone Farmin’ Spring Classic tem 500 tratores antigos, caminhões e objetos de colecionador na cidade de Davenport, Iowa

A Mecum Auctions anunciou mais um leilão de tratores antigos nos Estados
Unidos. Trata-se do Gone Farmin’ Spring Classic, um evento que atrai colecionadores de todo o país e coloca para a venda centenas de raridades agrícolas, máquinas e objetos de colecionador.

Todos os lotes apresentam belos itens (ainda que alguns tratores novos estejam enfiados no meio) mas a imensa maioria é de clássicos da agricultura, com larga predominância de tratores da John Deere.

Escolhemos o trator Ford 960 ano 1956 com colhedor de espigas de milho para representar aqui os clássicos. Sem lance mínimo definido, é um dos lotes que serão vendidos no evento.

Ford 960 em fotos

Ford 960
Ford 960

O trator tem colhedor de milho modelo Ford 602 de duas linhas instalado, pintado na cor vermelha, muito pouco usado. O link para este lote específico está aqui.

Um modelo similar em ação, no Youtube.

O evento acontece nos dias 18, 19 e 20 de junho na cidade de Davenport, Iowa, no Mississippi Valley Fair Center.

Outra preciosidade: um John Deere modelo A, de 1934.

Veja também

Leilão vende miniatura agrícola por R$ 10 mil nos EUA.

Minneapolis-Moline UDLX Comfortractor.

International Harvester 7488, uma obra de arte.


16 de junho de 2020

John Deere X9 1000 e 1100 – mais dados sobre as Tops da marca


John Deere X9 1000

A John Deere atualizou os dados disponíveis sobre a linha X9 de colheitadeiras, suas especificações e acessórios. Confira aqui.

As nova série de super colheitadeiras terá (por enquanto) dois modelos: a John Deere X9 1000 e a John Deere X9 1100. Suas especificações técnicas e informações sobre acessórios foram atualizadas recentemente no site da empresa nos Estados Unidos.

Nós falamos aqui da série X9 em novembro de 2019.

A nova X9

Diz a John Deere no site especial da série X9:

Milho úmido. Palha resistente. Observando as condições de colheita abaixo do ideal à medida que o tempo passa. Todos nós já estivemos nesta situação. Você tem uma janela de colheita apertada e uma margem de lucro ainda mais apertada. Você precisa de mais produtividade e baixas perdas. Você precisa de uma colheitadeira que possa realizar o máximo de tarefas dia após dia, safra após safra.

Você precisa de uma colheitadeira X9. Essas novas colheitadeiras oferecem em média 45% mais capacidade de colheita em todas as culturas, sem sacrificar a qualidade dos grãos – ao mesmo tempo em que usam 20% menos combustível. A X9 1100 pode colher até 12 hectares por hora de trigo. E pode colher até 182 toneladas de milho de alta produtividade por hora, o que é mais do que suficiente para encher 7 caminhões semi-reboque por hora.

Isso é colheita na potência de X.

(em uma tradução livre)

John Deere X9 1000

Os dois modelos possuem duplo rotor de 24 polegadas. O motor é o John Deere PowerTech, PWS 13.6 L de 549 hp na X9 1000 e PSS 13.6L de 603 hp na X9 1100. Na tabela abaixo, uma comparação simples entre as novas X9 e a maior até então (e disponível no site da JD brasileira) S790:

Confira aqui as opções de plataformas para milho e outras.

A John Deere promete na X9 1000 (em relação a s790) até 134% de capacidade no trigo e 130% na soja. Na X9 1100, 170% para o trigo e 145% para a soja.

Uma curiosidade: na opção mais avançada de cabine, a X9 vem com bancos de couro ajustáveis eletronicamente, aquecidos e com massagem.

Top dos tops

Quem compra a X9 com todos os pacotes opcionais mais avançados (cabine, tecnologia, iluminação) recebe a versão signature edition, com um emblema especial na máquina.

Ainda sem preço disponibilizado no site, só podemos lembrar o leitor de que a S790 começa em US$ 566 mil nos EUA. Este signature edition vai custar caro 🙂

Quando mais informações forem disponibilizadas na internet, atualizaremos o post. #JohnDeere #X9.



Publicidade