Dupla de agricultores desenvolveu e patenteou a máquina em 1986, no estado do Kansas, nos Estados Unidos

Diz a lenda que a motivação para criar uma nova máquina foi o alto custo de manutenção das colheitadeiras convencionais. Com este problema em mente, os agricultores (e primos) Ralph Lagergren e Mark Underwood começaram a desenvolver “no galpão” nos anos 70 a XBR2 Bi-Rotor, um design muito diferente para a época.

Depois de alguns testes estacionários, a dupla depenou uma Case IH 1480 e inseriu a novidade na colheitadeira: o sistema “bi-rotor”, com um cilindro dentro do outro, girando em velocidades diferentes. Diversos testes foram realizados em parceria com a Universidade do Kansas; em um deles, o sistema atingiu 96% de separação contra 72% dos até então tradicionais estacionários da época.

O modelo original foi vendido em 2018 em um leilão como uma relíquia, juntamente com outras máquinas e a propriedade onde morava e trabalhava Mark Underwood, morto no ano anterior. Só o protótipo da XBR2 Bi-Rotor foi arrematado por US$ 22.000,00.

A carreira dos primos rendeu avanços para a agricultura americana e mundial. Para termos uma dimensão dos trabalhos dos inventores, no ano de 1995 foram vendidas 17 patentes de seus projetos para a John Deere.

O vencedor do leilão também é da área de máquinas agrícolas. David Hockemeyer, dono da empresa Peridot, afirmou para o site Successful Farming que deseja melhorar o desenho consagrado e até lançar um novo modelo.

Veja também: TRIBINE – A colheitadeira articulada feita em casa.

Facebook Comments