Porta-voz do partido “Esquerda Radical” trabalha para banir o glifosato em terras públicas e privadas até o verão de 2020

Zenia Stampe, porta-voz do Social Liberal Party (também conhecido como Radikale Venstre – Esquerda Radical) da Dinamarca, diz que o partido quer banir completamente o uso de glifosato no país até o verão de 2020.

Além de pressionar o governo para que elabore leis que proíbam o uso do defensivo, o Esquerda Radical também luta para o banimento na União Européia até 2023 (o que já tentaram em 2017 e o processo foi protelado por mais 5 anos).

O Glifosato atualmente está proibido na Áustria e a Alemanha pretende acabar com o uso em 2023.

O Esquerda Radical tem 16 assentos no parlamento da Dinamarca (de 179) e 2 (de 14) no Parlamento Europeu.

Saiba mais: A Radical Left está pronta com uma proposta de proibição do uso de glifosato em terras privadas e públicas a partir do verão de 2020 (maskinbladet).

Como a Dinamarca quer se tornar o primeiro país com agricultura 100% orgânica.

Veja também:

Mais de 1700 agricultores protestam contra o governo na Alemanha.

Facebook Comments