Voto em Bolsonaro, otimismo, armamento e insegurança: os agricultores em 2018

Posted by on 26 de outubro de 2017

Lançamos um questionário sobre o cenário político e econômico de 2018 para os seguidores do Farmfor. Aqui está o resultado.

 

Durante os meses de agosto e setembro, disponibilizamos um questionário via Google Forms para os seguidores do Farmfor no Facebook e no grupo do WhatsApp, com questões sobre política, economia, cenários para 2018 e perfil social.

Compilamos aqui o resultado das indagações, com dados oriundos de 108 respostas. Não existe rigor científico nestes índices, não há controle geográfico das interações, usem apenas como curiosidade.

Perfil profissional

São agricultores residentes na propriedade 51,9% dos entrevistados, seguidos por agricultores que moram na cidade com 25,9%, funcionário de propriedade rural, cooperativa ou empresa do ramo com 14,8%, Nenhuma das opções 4,6% e funcionário público na área rural com 2,8%.

Sobre a economia brasileira em 2018

São otimistas 55,6% dos que responderam a enquete, contra 44,4% de pessimistas. Mais da metade, 51,9% acham que vão empatar receita e despesa em 2018, 33,3% estimam resultado positivo e 14,8% estão prevendo prejuízo.

Tamanho da propriedade

O maior grupo está em propriedades entre 11 e 50 hectares (32,4%). Seguem os que estão entre 101 e 500 hectares (18,5%), empatam na terceira posição os agricultores com 51 a 100 hectares e os “sem propriedade” com 13,9% cada, acima de 500 hectares são 12% e até 10 hectares são 9,3%.

Quem você acredita que vencerá as eleições para presidente, caso seja candidato(a), em 2018?

Não perguntamos a intenção de voto, mas quem os agricultores pensam que vencerá o pleito de 2018, entre uma lista de 15 nomes e a opção “outro”. Jair Bolsonaro lidera com 66,7%, seguido por João Doria com 9,3%, Lula com 8,3%, “outro” tem 4,6%, Álvaro Dias 3,7%, Ciro Gomes e Ronaldo Caiado 1,9% cada, Joaquim Barbosa, José Serra, Marina Silva e Cristovam Buarque possuem 0,9% cada um e os demais não receberam votos.

Os nomes colocados nas opções, em ordem alfabética, foram Álvaro Dias, Beto Albuquerque, Chico Alencar, Ciro Gomes, Cristovam Buarque, Geraldo Alckmin, Henrique Meirelles, Jair Bolsonaro, João Dionisio Almoedo, João Doria, Joaquim Barbosa, José Serra, Lula, Marina Silva e Ronaldo Caiado.

Sobre a vitória do candidato na pergunta anterior

87% pensam que será uma boa para o país, 8,3% acham que não vai mudar nada e 4,6% que será ruim para o Brasil.

Ideologia política

Declaram ser de direita, 53,7% dos agricultores, contra 38,9% que não acreditam nesta divisão, 3,7% de esquerda e outros 3,7% que não sabem responder. Outra curiosidade: 87% afirmam que os pais ou os filhos pensam da mesma forma em casa sobre política.

Sobre posse de armas para o agricultor

São favoráveis à posse sem restrição de calibre 79,6%. Com restrição são 16,7% e contra a posse de armas ficam em 3,7%.

Sobre a distância do posto policial mais próximo até a propriedade

Que os agricultores estão longe do aparato do Estado nas zonas rurais, todo mundo já sabe. Olhando os números, fica bem pior: 36,1% das propriedades estão em ponto distante mais de 20 km do posto policial mais próximo. Entre 11 e 20 km são 26,9%, de 6 a 10km 17,6%, 2 a 5km 7,4% e uma parcelinha de 1,9% “com sorte” tem a polícia bem perto, até 1km de distância.

Faixa de idade dos participantes

O maior grupo (28,7%) tem entre 25 e 34 anos, seguido por “18 a 24 anos” com 24,1%, “35 a 45 anos” com 22,2%, “46 a 55 anos” com 12%, “até 17 anos” com 8,3% e “56 a 64 anos” com 4,6%.

Sucessão rural

Dos participantes, 39,8% afirmam que os filhos vão continuar na propriedade, 38,9% ainda não sabem como será a sucessão, 13% não tem propriedade, 4,6% não quer falar do assunto agora e 3,7% afirmam que não vão continuar, que a propriedade será vendida.

Nosso blog não permite a reprodução total ou parcial do conteúdo aqui publicado. Para dúvidas, entrem em contato diretamente por mensagem em nossa página no Facebook.

Facebook Comments

Simple Business by Nimbus Themes
Powered by WordPress