Tag: Armamento

6 de novembro de 2019

Dez imagens de tratores com [censurado] para você curtir


imagens de tratores

 

Imagens de tratores com um acessório muito especial que seriam censuradas imediatamente por determinada rede social

O Facebook resolveu censurar nosso post sobre o rifle temático da Sauer em parceria com a Fendt (veja o link aqui). Qualquer menção a armamento agora sobre forte censura nas páginas.

O Rifle de caça, censurado no Facebook.

Fizemos uma seleção de imagens de tratores e outras máquinas com o melhor acessório em diversas situações: uma arma na cabine. Confira:

O usuário Allen Meissner do Twitter @bigaljack mostra o seu suporte para AR15 na cabine John Deere de um pulverizador 4830.
O proprietário deste Kubota costuma caçar entre uma lida e outra. Os acessórios vão junto. Via ar15.com
Este fixa o acessório com velcro. Via Farm Show.
Mais discreto, via Survalist Boards.
Mais uma no suporte do vidro. Via The Firearm Blog.
O azul também leva. Via 24hourcampfire.
Este também leva um somzinho. Via Farm Show.
Mais difícil de pegar. Visto na Wiedmann Bros.
Revolver? Também. Via Guns.com
New Holland também leva. Via Tractor By Net.

Bônus

Sempre pronto para as batalhas do dia a dia 🙂

18 de maio de 2018

Compre um trator e ganhe um fuzil AK-47


A promoção fez sucesso em 2009, nos EUA.

Assim era a promoção de uma loja e ferramentas e máquinas agrícolas da Carolina do Sul, nos EUA. A Carolina Tractor and Marine dava um fuzil AK-47 para quem comprasse um trator novo ou um barco.

Os donos buscaram inspiração em uma promoção similar realizada por uma revenda de automóveis do Missouri, que dava o mesmo prêmio para quem comprasse uma camionete.

Segundo a filosofia de Henry Jordan, um dos donos da revenda, é obrigação do homem proteger a sua família e o patrimônio. E para executar esta tarefa, precisa de uma boa arma.

Detalhe: até o xerife da cidade onde fica localizada a revenda aprovou a iniciativa, que ficou valendo até o dia do trabalho daquele ano.

Na época, um fuzil AK-47 custava cerca de US$ 450,00. Depois destas iniciativas, várias outras revendas de veículos começaram a oferecer armamento de brinde nas compras, mas a Carolina Tractor ficou marcada como pioneira na área agrícola.


26 de outubro de 2017

Voto em Bolsonaro, otimismo, armamento e insegurança: os agricultores em 2018


Bolsonaro e fuzil

Lançamos um questionário sobre o cenário político e econômico de 2018 para os seguidores do Farmfor. Aqui está o resultado.

 

Durante os meses de agosto e setembro, disponibilizamos um questionário via Google Forms para os seguidores do Farmfor no Facebook e no grupo do WhatsApp, com questões sobre política, economia, cenários para 2018 e perfil social.

Compilamos aqui o resultado das indagações, com dados oriundos de 108 respostas. Não existe rigor científico nestes índices, não há controle geográfico das interações, usem apenas como curiosidade.

Perfil profissional

São agricultores residentes na propriedade 51,9% dos entrevistados, seguidos por agricultores que moram na cidade com 25,9%, funcionário de propriedade rural, cooperativa ou empresa do ramo com 14,8%, Nenhuma das opções 4,6% e funcionário público na área rural com 2,8%.

Sobre a economia brasileira em 2018

São otimistas 55,6% dos que responderam a enquete, contra 44,4% de pessimistas. Mais da metade, 51,9% acham que vão empatar receita e despesa em 2018, 33,3% estimam resultado positivo e 14,8% estão prevendo prejuízo.

Tamanho da propriedade

O maior grupo está em propriedades entre 11 e 50 hectares (32,4%). Seguem os que estão entre 101 e 500 hectares (18,5%), empatam na terceira posição os agricultores com 51 a 100 hectares e os “sem propriedade” com 13,9% cada, acima de 500 hectares são 12% e até 10 hectares são 9,3%.

Quem você acredita que vencerá as eleições para presidente, caso seja candidato(a), em 2018?

Não perguntamos a intenção de voto, mas quem os agricultores pensam que vencerá o pleito de 2018, entre uma lista de 15 nomes e a opção “outro”. Jair Bolsonaro lidera com 66,7%, seguido por João Doria com 9,3%, Lula com 8,3%, “outro” tem 4,6%, Álvaro Dias 3,7%, Ciro Gomes e Ronaldo Caiado 1,9% cada, Joaquim Barbosa, José Serra, Marina Silva e Cristovam Buarque possuem 0,9% cada um e os demais não receberam votos.

Os nomes colocados nas opções, em ordem alfabética, foram Álvaro Dias, Beto Albuquerque, Chico Alencar, Ciro Gomes, Cristovam Buarque, Geraldo Alckmin, Henrique Meirelles, Jair Bolsonaro, João Dionisio Almoedo, João Doria, Joaquim Barbosa, José Serra, Lula, Marina Silva e Ronaldo Caiado.

Sobre a vitória do candidato na pergunta anterior

87% pensam que será uma boa para o país, 8,3% acham que não vai mudar nada e 4,6% que será ruim para o Brasil.

Ideologia política

Declaram ser de direita, 53,7% dos agricultores, contra 38,9% que não acreditam nesta divisão, 3,7% de esquerda e outros 3,7% que não sabem responder. Outra curiosidade: 87% afirmam que os pais ou os filhos pensam da mesma forma em casa sobre política.

Sobre posse de armas para o agricultor

São favoráveis à posse sem restrição de calibre 79,6%. Com restrição são 16,7% e contra a posse de armas ficam em 3,7%.

Sobre a distância do posto policial mais próximo até a propriedade

Que os agricultores estão longe do aparato do Estado nas zonas rurais, todo mundo já sabe. Olhando os números, fica bem pior: 36,1% das propriedades estão em ponto distante mais de 20 km do posto policial mais próximo. Entre 11 e 20 km são 26,9%, de 6 a 10km 17,6%, 2 a 5km 7,4% e uma parcelinha de 1,9% “com sorte” tem a polícia bem perto, até 1km de distância.

Faixa de idade dos participantes

O maior grupo (28,7%) tem entre 25 e 34 anos, seguido por “18 a 24 anos” com 24,1%, “35 a 45 anos” com 22,2%, “46 a 55 anos” com 12%, “até 17 anos” com 8,3% e “56 a 64 anos” com 4,6%.

Sucessão rural

Dos participantes, 39,8% afirmam que os filhos vão continuar na propriedade, 38,9% ainda não sabem como será a sucessão, 13% não tem propriedade, 4,6% não quer falar do assunto agora e 3,7% afirmam que não vão continuar, que a propriedade será vendida.

Nosso blog não permite a reprodução total ou parcial do conteúdo aqui publicado. Para dúvidas, entrem em contato diretamente por mensagem em nossa página no Facebook.


5 de outubro de 2017

Porte Rural de Armas: calma, só aprovaram em uma comissão!


Porte rural de armas

Projeto de lei foi aprovado na Comissão de Agricultura na quarta, 4 de outubro

 

O Projeto de Lei 6717/2016 (Porte Rural de Armas) foi aprovado na Comissão de Agricultura na última quarta. Segundo o texto, as armas seriam registradas em nome das propriedades, para serem usadas dentro dos limites das mesmas.

Nós aqui do Farmfor recomendamos que os agricultores interessados no assunto façam sua inscrição no Movimento Viva Brasil e acompanhem o site da entidade, canal de extrema confiança quando o assunto é armamento.

Outro canal fundamental, especificamente sobre o projeto de lei é o do Deputando Afonso Hamm, no Facebook. Acesse a página neste link.

 

A tramitação do projeto, você confere no site da Câmara. Hoje mesmo ela já passou para outra comissão, a Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado – CSPCCO. Depois deve ir para a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania – CCJC.

É um longo caminho, continuamos na torcida.


24 de agosto de 2017

Tikad, um drone que dá tiros de fuzil e lança granadas


Tikad

Solução pretende diminuir o envio de soldados para o campo de batalha

 

O Tikad é um drone capaz de voar carregando um fuzil e ainda atirar com razoável precisão. Desenvolvido pela empresa Duke Robotics, tem como público-alvo governos e forças armadas do mundo inteiro, focado especialmente no combate ao terrorismo.

Não, não está disponível para quem tem probleminhas com abigeato e quer dar um upgrade na segurança da propriedade. De qualquer maneira, estas soluções abrem espaço para pesquisas na área, melhora nos sistemas de controle destes equipamentos e avanços que vão beneficiar indiretamente, no futuro, áreas como a da agricultura.

 

 

 

O preço não foi divulgado 🙂

16 de junho de 2016

98,7% das pessoas querem agricultores com posse de arma na propriedade, incluindo fuzis.


posse de arma

Enquete informal e sem valor científico foi realizada na página do Farmfor, no Facebook

 

Realizamos uma enquete simples no Facebook do Farmfor, com a pergunta “Produtores Rurais deveriam ter o direito à posse de armas, dentro dos limites da propriedade, incluindo fuzis?”. A interação seria realizada através do botão curtir para “sim” e da reação “angry” para o “não”.

O resultado foi avassalador: 98,7% das pessoas que votaram na página, escolheram o sim, contra 0,9% do não. Ampliando para as reações dos compartilhamentos, o resultado permanece quase o mesmo, 98,65% contra 0,86%. 3910 pessoas interagiram no post da enquete diretamente na página. Somadas às pessoas que participaram nos quase 400 compartilhamentos, são 16597 votos.

Este público foi atingido em menos de 3 dias.

Notem que a pergunta foi bem resumida, mas indagou sobre agricultores, posse (e porte na realidade) e uso de armamento proibido aos cidadãos comuns: fuzis.

Para saber tudo sobre direitos e garantias fundamentais do cidadão e como anda a política sobre o assunto no Brasil, nós recomendamos o site do Movimento Viva Brasil e os canais do Bene Barbosa nas redes sociais. Tem interesse no assunto? Faça sua filiação ao MVB.

Sobre Porte de Armas para agricultores, o trabalho do deputado federal do PP, Afonso Hamm, aqui.

Deputado Peninha, de SC, também é atuante na área e seu trabalho deve ser acompanhado.


13 de junho de 2016

Posse ou porte de armas, incluindo fuzis, para produtores rurais


Posse ou porte de armas

Fizemos uma enquete em nossa página do Facebook. Vote!

 

Agricultores deveriam ter direito à posse de armas, incluindo fuzis, para uso nos limites da propriedade? Responda em nossa página do Facebook, no post abaixo:

 

 

 

https://www.facebook.com/farmfor/photos/a.209565119142711/1003923529706862/?type=3

 

Vote usando as reações do Facebook.



Publicidade