Quantidade de bacon guardada nos frigoríficos em setembro deste ano foi a maior desde 1971

Os estoques de barriga de porco nos frigoríficos americanos estão batendo recordes, com 18 mil toneladas espalhadas pelos depósitos do país.

Com o aumento de exportações para a China e para o México (no primeiro país infladas pela Peste Suína Africana), as peças foram ficando para trás, já que os países preferem importar as carcaças inteiras e realizar os cortes por conta prória.

Veja também: Governo americano tem 600 mil toneladas de queijo na geladeira.

No médio prazo, se as exportações continuarem em alta, o preço do bacon deverá aumentar no mercado internacional. O cenário é estranho: excesso de bacon no estoque, risco de falta do produto e ameaça de aumento de preços.

Os dados são do Inside Hook, Bloomberg e Yahoo.

Facebook Comments