Tag: Dakota do Norte

2 de julho de 2022

Chineses compram área agrícola perto de base militar nos EUA


chineses estão comprando

Compra de terras por parte de chineses está preocupando os políticos nos Estados Unidos. No estado da Dakota do Norte, a empresa Fufeng group vai construir um moinho bem ao lado de uma base aérea especializada em drones

 

Drone militar americano

A base aérea de Grand Forks, no estado americano da Dakota do Norte vai ganhar um vizinho não muito desejado em termos militares. O grupo chinês Fufeng comprou uma área de 120 hectares bem pertinho de suas pistas, a menos de 25 km de distância. A base é especializada em drones e técnicos temem que os chineses montem uma estação de espionagem para captar os sinais de comunicação da instalação militar, sem chance de detecção por parte dos times de contraespionagem.

Além dos drones, a base ainda tem um centro de tecnologia espacial por onde passam grande parte das comunicações militares americanas.

 

grand forks

A base aérea de Grand Forks (esquerda da imagem) e a cidade. A parcela de terra fica perto da loja “Patio World”, ao norte da cidade. A imagem é do Google Earth.

O pequeno pedaço de terra foi vendido por 2,6 milhões de dólares pelo produtor Gary Bridgeford, que desmenbrou sua propriedade para ceder aos chineses o imóvel, com a promessa da construção de um moinho que deverá gerar centenas de empregos para a pequena comunidade de 60 mil habitantes, além do investimento de US$ 700 milhões nas obras. O Gary, segundo o site da CNBC, já está sentindo a pressão dos vizinhos. Ele alega que está sendo ameaçado e difamado na região.

A empresa da China nega qualquer atividade maliciosa e tem até um executivo americano nascido na região que reforça a negativa de espionagem.

Os políticos americanos – republicanos e democratas – estão preocupados com a situação que tem potencial para colocar em risco o país, com destaque para o senador Marco Rubio (Flórida)  que disse ser perigoso, uma bobagem e falta de visão de longo prazo a permissão para que o Partido Comunista Chinês e seus aliados comprem terras ao lado de instalações militares americanas.

Coincidência

Poucos dias atrás nós publicamos aqui no blog sobre a compra de terras por empresa ligada a Bill Gates, no mesmo estado, em uma cidade que fica a 60 km de Grand Forks.


26 de junho de 2022

Estado americano investiga a compra de terras por grupo ligado a Bill Gates


bill gates é o maior

O estado americano de Dakota do Norte não está nada satisfeito após a compra de uma fazenda produtora de batatas por parte de investidores ligados a Bill Gates

Bill Gates

Uma entidade comprou 850 hectares de terras pertencentes a uma fazenda produtora de batatas, a Campbell Farms, localizada na cidade de Grafton. O local fica quase na fronteira entre os Estados Unidos e o Canadá.

Campbell Farms Bill Gates

Localização da propriedade no estado de Dakota do Norte. Imagem: Google Earth.

 

Campbell Farms Bill Gates

A propriedade fica na beira do asfalto na cidade de Grafton.

O próprio estado está investigando a compra de terras por parte da entidade Red River Trust, ligada ao bilionário americano, depois que vários residentes da região e de fora dela começaram a reclamar na justiça.

Bill Gates virou notícia no mundo agro no início de 2021, quando diversos canais noticiaram que ele seria o maio proprietário de terras nos Estados Unidos. Na realidade, é um deles e nós comentamos aqui no blog sobre o caso, vale a pena conferir acessando este link.

Depois da compra da propriedade, o Procurador do Estado de Dakota do Norte mandou para o trust uma notificação sobre a inviabilidade de grupos financeiros com este perfil controlarem terras no estado, perguntando oficialmente qual seria o motivo da compra e o uso pretendido. É briga de cachorro grande.

A ligação entre a Red River Trust e Bill Gates foi denunciada pelo site New York Post. Segundo pesquisa, o responsável pela entidade já foi diretor de uma empresa de investimentos agrícolas chamada Cottonwood, responsável por investimentos na área do agro realizados pelo então casal Bill e Melinda Gates.

Saiba mais aqui, aqui e aqui, em inglês.

 


16 de setembro de 2020

Após incêndio e ataque cardíaco, agricultor recebe ajuda dos vizinhos nos EUA


Após incêndio

Comunidade agrícola nos Estados Unidos deu uma pausa na própria colheita para socorrer o vizinho que se recupera no hospital

Lane Unhjem, um agricultor da cidade americana de Crosby, Dakota do Norte, sofreu um ataque cardíaco após testemunhar sua colheitadeira ser consumida pelo fogo durante o trabalho. O sinistro aconteceu no início de setembro.

Hospitalizado e sem a máquina, Unhjem acabou recebendo a ajuda dos vizinhos para completar a colheita na propriedade. Um pequeno exército com cerca de 50 agricultores, colheitadeiras, carretas agrícolas, tratores e caminhões partiu para o trabalho e os 400 hectares de trigo foram totalmente colhidos em incríveis 7 horas.

As fotos abaixo são do Facebook de Don Anderson:

Casos assim são comuns nos Estados Unidos, com vários exemplos de comunidades agrícolas ajudando os vizinhos nos momentos mais complicados. Confira “Vítima de câncer, agricultor recebe a ajuda de vizinhos para colher o trigo nos EUA“, publicada aqui no blog em agosto de 2019.

O agricultor se recupera bem no hospital, seu trigo está bem guardado nos silos e a vida continua, deixando esta grande história para a posteridade.

Veja também

North Dakota community rallies to help farmer harvest crops after heart attack


18 de outubro de 2019

Grand Farm – Microsoft investe pesado na fazenda do futuro


Grand Farm

A empresa colocou 1,5 milhão de dólares no projeto da Grand Farm, além de tecnologias próprias e profissionais de TI

A Microsoft, uma das maiores empresas de tecnologia do mundo e que dispensa apresentações, está investindo em agricultura. Um aporte de 1,5 milhão de dólares e recursos tecnolócios e humanos serão colocados na Grand Farm, projeto focado em criar e disseminar novas tegnologias para o campo, além de formar profissionais capazes de atuar com agricultura digital.

A sede do projeto está no estado americano da Dakota do Norte e envolve governos, iniciativa privada e investidores. A área deverá ficar pronta e em atividade até o ano de 2025.

Planta da Grand Farm: uma plataforma para testes de tecnologias digitais aplicadas ao campo.

Estima-se que a agricultura é um negócio de 5 trilhões de dólares e menos de 20% das terras do mundo usa tecnologia digital no fluxo de trabalho. As oportunidades são enormes, até mesmo no curto prazo. A Microsoft, que não é boba, quer ser líder neste mercado.

A Microsoft já tem um projeto em andamento na área agrícola: trata-se do FarmBeats, uma rede de sensores e câmeras para monitorar e processar dados de umidade e temperatura, tudo ligado a servidores na nuvem.

Grand Farm – saiba mais

FarmBeats: AI, Edge & IoT for Agriculture.

TechSpark Fargo: Grand Farm project will create the farm of the future.

Swiss Future Farm e as tecnologias agrícolas do amanhã.



Publicidade