Tag: Bovinos

17 de fevereiro de 2021

Touro chifrudo Cowboy Tuff Chex é campeão na categoria


touro chifrudo

touro chifrudo

A postagem sobre o Boi Mais Chifrudo do Mundo sempre fez muito sucesso aqui no blog. Para fazer justiça, precisamos deixar registrado também quem é o Touro mais chifrudo do mundo.

Cowboy Tuff Chex, um touro da raça Texas Longhorn, entrou para o Livro dos Recordes na edição de 2020 como o possuidor dos chifres mais longos do mundo, medindo nada mais nada menos que 262,5 cm. Tanto chifre e fama vem com um custo: o animal foi avaliado em US$ 500 mil dólares. Em dinheiro de hoje, algo em torno de R$ 2,7 milhões. O dose de sêmen do Chex é vendida por US$ 300,00.

boi chifrudo

O touro nasceu na cidade de Overbrook, no estado do Alabama e se mudou para o Texas no ano de 2017. Depois de muitas exibições nos circuitos dos criadores da raça, veio o merecido reconhecimento.

 

Cowboy Tuff Chex, a Texas Longhorn bull has achieved the longest horn spread on a bull living with horns measuring at a length of 8.6 feet or 262.5 centimeters! That is larger than a large-sized Christmas tree! Literally HOLY COW!

Ranchers Richard and Jeanne Filip acquired Cowboy Tuff Chex from an auction at Hudson Valentine Longhorn Auctions in Fort Worth, Texas, USA, and they even had to purchase the widest legal cattle trailer to ensure a secure and protected transportation of their prized bull.

Cowboy Tuff Chex currently happily resides on the Filip’s ranch, Bentwood Ranch, in Fayetteville, Texas relaxing in nearby ponds and spending his days in lush green pastures.

Get ready to see more outstanding record-breaking titles just Cowboy Tuff Chex by joining in the celebrations for Guinness World Records (GWR) Day on 18 November 2020!

 

Touro Chifrudo – Saiba mais

 

COWBOY TUFF CHEX (Site Oficial)


13 de fevereiro de 2021

Arroba da Vaca ou do Boi: como surgiu a unidade de medida para gado


arroba da vaca

Arroba da Vaca ou do Boi – você já ouviu esta frase por aí

A arroba da vaca ou do boi é uma expressão comum no cotidiano do agronegócio brasileiro. A arroba é uma unidade de massa que equivale em terras brasileiras a 15 kg.

Em “terras brasileiras” pois o valor difere de país para país. Na Arábia Saudita, equivale a 11,3 kg. Em regiões da Espanha 16,3 kg e no Brasil e em Portugal 14,688 kg, arredondados para 15kg.

Taula de Ariza, texto de 1448 com o que pode ser o primeiro uso registrado de @ no mundo.

Uma arroba equivale a quarta parte do quintal  – o nome arroba vem do árabe al-rub (quarta parte) ou arrúb no árabe hispânico -, outra unidade de medida. O quintal era considerado pelos antigos como o peso que uma mula poderia carregar. Para deixar tudo mais complicado, este também tinha variações.

Pausa no preço do boi gordo para falar do @ “arroba” da internet

 

arroba da vaca

O arroba do teclado e símbolo que separa o usuário do servidor no endereço de e-mail tem uma origem diferente. Ele começou a aparecer nas máquinas de escrever antes do final do século 19 para ser usado como “A Comercial”. Nos países de língua inglesa, o @ era abreviatura de “comercial at”, antecedendo o preço dos produtos por unidade. Ex. 3 livros @ £20 = £60. Via Wikilengua.

Cotações – Preço do Boi Gordo e outras, consulte aqui.

Veja mais Curiosidades no Blog do Farmfor.


21 de novembro de 2020

Vacas invadem residência e ocupam o local por trinta dias nos EUA


vacas invadem




 

vacas invadem

Algumas vacas em uma localidade americana do estado de Montana resolveram mudar de vida e invadir um imóvel na vizinhança. E ficaram lá por incríveis trinta dias. O caso aconteceu em 2019, mas é uma daquelas histórias que voltam a circular pela internet de tempos em tempos.

A família que residia no imóvel estava de mudança para outro estado, então esvaziou a casa e deixou como responsável um parente. A tia esquecida não cumpriu com o combinado e deixou tudo sem cuidado. Então um temporal abriu uma das portas e tudo ficou assim, sem assistência.

vacas invademEntão um grupo de bovinos resolveu mudar pra lá. Entraram na residência e tomaram conta da propriedade. O dono do rebanho invasor chegou a fazer queixa na polícia sobre o sumiço de algumas cabeças, mas sem muito resultado.

Os novos moradores só foram descobertos trinta dias depois, com o retorno dos donos da casa. Agora só resta limpar. Desta vez, com a ajuda dos parentes.

Não há informações sobre a filiação partidária das vaquinhas.

Via The Humanity Project / Christine Matus.


19 de outubro de 2020

Robô da Lely corta o pasto e entrega na boca das vaquinhas


robô da lely

O Lely Exos é um conceito de robô que promete auxiliar os produtores na alimentação dos bovinos, tudo de forma autônoma

Imagine um robô que sabe da necessidade nutricional de cada vaca do rebanho, sai do galpão, corta o pasto e entrega direto para o animal, tudo de forma automática. Este é o Lely Exos, da tradicional fabricante de equipamentos para gado leiteiro localizada na Holanda.

Assista – novo robô da Lely

Aparência do Lely Exos.
Protótipo em atividade.

O conceito do robô foi apresentado ao mercado no início de Outubro, com a promessa de diminuir custos na mão de obra e na alimentação dos bovinos, oferecendo o pasto “fresco” sob demanda.

Veja também

Lely Multipower 420, um dos maiores tratores dos anos 70.


24 de setembro de 2020

Ciclistas ajudam no parto de uma vaca no interior de São Paulo


ciclistas ajudam

O parto diferenciado aconteceu em uma propriedade de São José do Rio Preto e virou notícia nos principais portais do país

Uma turma de ciclistas fazia o passeio de sempre pela zona rural da região de São José do Rio Preto, no estado de São Paulo, quando algo inusitado (para o grupo) acontecia bem ali, na beira da estrada: uma vaca deitada no pasto, parindo um bezerrinho. O caso aconteceu no dia 15 de setembro.

A reação automática da empresária e ciclista Sandra Noeli foi a de pular a cerca e, acompanhada de um colega, dar uma força no parto, puxando o animal. Depois de alguns minutos de trabalho, o bezerrinho saiu. A façanha foi gravada em vídeo, que foi parar nas redes sociais e o resto é história.

Foto: reprodução do Facebook.
https://www.facebook.com/sandra.noeli.9/posts/1022292488233264

O fato repercutiu em vários sites de notícias do Brasil e foi parar na Rede Globo, no programa Encontro Com Fátima Bernardes. No dia da exibição, sem a apresentadora oficial.

Não querendo estragar a história, segundo veterinário consultado pelo G1, o parto da vaca aconteceria de forma normal, mesmo sem a ajuda do grupo de ciclistas. Mas valeu a experiência. E fica aqui o nosso abraço para a Sandra (a parteira ciclista) e seus colegas.

Ciclistas ajudam no parto de vaca – veja também

Todos os posts sobre bovinocultura no Blog do Farmfor.


3 de janeiro de 2020

Banco financia cão para agricultores no Rio Grande do Sul


Banco financia cão

Modalidades de crédito financiam cães Border Collie, bovinos e ovinos e drones profissionais

O Banrisul decidiu inovar e oferecer modalidades diferenciadas de financiamento para agricultores. Segundo o site, o Agroinvest é uma linha de crédito com recursos próprios do banco, destinada aos produtores rurais pessoa física.

novo drone

Entre as modalidades disponíveis estão a “Cães de Pastoreio“, para financiamentos de cães de serviço da raça Border Collie e trabalhos relacionados à pecuária, ovinocultura e bovinocultura. A “Matrizes e Reprodutores” que é para bovinos e ovinos, “Máquinas e Equipamentos” para máquinas e equipamentos que o finame não financia e a “Novas Tecnologias“, onde o Banrisul financia Drones, sensores, software, GPS, equipamentos para agricultura de precisão e computadores.

A contratação é feita diretamente nas agências.

Acesse o site do Banrisul.


19 de outubro de 2019

Conheçam o boi mais chifrudo do mundo


boi mais chifrudo

boi mais chifrudo

O animal entrou para o Livro dos Recordes de forma ainda extra-oficial, mas deverá constar na edição de 2020 como o boi com maior envergadura de chifre

É da cidade de Rocksprings, no Texas, o boi mais chifrudo do mundo. O americano Bucklehead, da raça Texas Longhorn tem 6 anos de idade e foi prêmio de um sorteio em feira agrícola, para Marceala Gonzalez, uma menina de (hoje) 14 anos.

A classificação do recorde no Guinness é de mair envergadura (distância entre as pontas dos chifres) para um boi. O Bucklehead tem incríveis 3,4 metros de distância entre as pontas. O recorde anterior era do boi Poncho Via, do estado do Alabama, com 3,2 metros. Vitória apertada.

Uma curiosidade: quando o boi é transportado em meio a pessoas, os tratadores costumam colocar uma bola de tênis em cada ponta de chifre, para evitar possíveis acidentes. A raça Texas Longhorn é conhecida, como o próprio nome diz, pelo tamanho diferenciado dos chifres.

O Bucklehead é uma espécie de celebridade no meio da pecuária americana. O boi artista participa de 15 feiras agrícolas por ano no país. Com o título oficial no livro dos recordes, agora o céu é o limite para este guampudo orgulhoso.

 


19 de outubro de 2019

A maioria das vacas leiteiras nos EUA descendem de apenas 2 touros


vacas leiteiras

Falta de diversidade genética é vista por especialistas como ameaça ao rebanho leiteiro nos Estados Unidos

A National Public Radio destaca reportagem sobre o rebanho leiteiro americano e uma curiosidade: a maioria das vacas nas propriedades do país descendem de apenas dois touros.

Como os produtores tendem a comprar sêmen quase sempre dos animais que mais se destacam no catálogo dos poucos fornecedores (geralmente pelo índice da produção das filhas deste touro, registrado ao longo do tempo) , a diversidade genética foi empobrecendo no país.

vacas leiteiras
Vacacs leiteiras: duas grandes famílias nos Estados Unidos.

Os dois touros que são considerados os ancestrais quase únicos nos Estados Unidos nasceram entre os anos 50 e 60. São eles o Round Oak Rag Apple Elevation e o Pawnee Farm Arlinda Chief.

Pesquisadores da Pennsylvania State University estão tentando reverter este quadro, criando novas linhagens com sêmens que estão guardados há muito tempo pelo “Ministério da Agricultura” americano. Estas amostras estão em uma instalação do governo em Fort Collins, no Colorado.

Os resultados e a comparação genética destas “bovinas perdidas no passado” ainda serão objeto de estudo por muito tempo. Até lá, o rebanho americano seguirá com suas duas grandes famílias.

Leia também: Holanda inaugura primeira fazenda flutuante para gado leiteiro do mundo.


20 de setembro de 2018

Milionário inglês quer impostos de cigarros para a carne


Impostos na carne

Impostos na Carne: agência de executivo do mercado financeiro quer que consumidores paguem por supostos malefícios da pecuária

 

A luta contra a produção de carne nunca termina. Enquanto uns tentam a proibição em ações ao estilo da “Segunda sem Carne”, outros dão ideias para governos sobretaxarem os produtos derivados de qualquer animal.

FAIRR, uma espécie de agência de risco para atividades que envolvam a produção animal, lançou um relatório que recomenda a criação de impostos para a carne, nos mesmos moldes dos já existentes para o tabaco e açúcar. A agência ainda declara que deve ser criado o consenso mundial sobre os malefícios ambientais na produção e nos riscos para a saúde de quem consome carne, para que governos sejam convencidos e adotem a taxação. Com a carne (bem) mais cara, as pessoas procurariam alternativas “vegetarianas”.

Por trás da FAIRR está Jeremy Coller, um milionário inglês que fez sua fortuna no mercado financeiro e um dos maiores filantropos do Reino Unido. Ele também tem conexões com o grupo The Elders, um conjunto de líderes mundiais fundado em 2007 por Nelson Mandela, onde o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso é membro emérito.

 

Impostos na Carne

 

Acima, Jeremy Coller.

A medida, além de absurda, esquece da população mais pobre, que deixará de consumir. E dos milhões de pequenos e médios produtores que sentirão na pele o declínio da atividade. Ações como esta parecem sair de laboratórios de cientistas sociais com muita ideologia na cabeça, com objetivos mundiais bem definidos e desprezo por quem estiver no caminho. Esta situação já é vivida pelos produtores de fumo no Brasil, pequenas famílias que se tornaram verdadeiros “criminosos morais” por plantarem tabaco, vivendo na incerteza.

Vivemos tempos sombrios. Os produtores rurais precisam, acima de tudo, buscar a proteção através das cooperativas, entidades, movimentos políticos e os próprios representantes eleitos.

Saiba mais (em inglês): A new report says we should tax meat-eaters like smokers.

 

 

 


1 de abril de 2016

Startup gaúcha desenvolve sistema de monitoramento para vacas


Startup Gaúcha

A empresa de Santa Maria, no RS, desenvolveu um “Plano de Saúde” para bovinos

 

Aqui no Blog já abordamos cases de empresas que criaram produtos para monitoramento de bovinos, como a irlandesa Moocall e a israelense Cattle-Watch. Agora chegou a vez de mostrar a iniciativa da Chip Inside, uma startup incubada na Universidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul que já conta com vários clientes.

Diferente da forma de trabalho de algumas empresas que só vendem os equipamentos para os produtores, a Chip Inside presta um serviço completo: fornece pequenas coleiras que são fixadas nos animais ao custo inicial de cerca de R$20,00 por unidade (aluguel mensal) e analisam os dados por elas gerados, retornando para os clientes a evolução deste animal ao longo do tempo, bem como gerando alarmes em possíveis anomalias. A entrada da vaca no cio, por exemplo, é alertada por conta da mudança de comportamento característica do evento. Até mesmo o WhatsApp é usado como meio de comunicação com os produtores.

Nos planos da empresa ainda estão o mercado de gado de corte e a ampliação da biblioteca de doenças que podem ser identificadas pelo comportamento monitorado.

O mercado é promissor

A análise de grandes quantidades de dados gerados por sensores na agricultura e pecuária está criando uma nova indústria, capaz de prever tendências de mercado, com a precisão destas análises crescendo na medida que mais e mais sensores são adicionados à rede. As aplicações para estas análises podem, no futuro, encontrar espaço na definição de preços e até mesmo na criação de políticas públicas.

Quando novas tecnologias de acesso à internet chegarem no campo, veremos uma expansão enorme destas empresas em um espaço de tempo muito curto. é bom saber que o Brasil está bem servido de investidores na área.

Página da empresa no Facebook.
Site oficial: chipinside.com.br/
Telefone: +55 (55) 3226-4825 (Santa Maria, RS).

Saiba mais sobre big data na agricultura neste link (em inglês).



Publicidade