Ministro da Agricultura da Romênia compara sacrifício de suínos a assassinatos de judeus

Categorias Mundo
Ministro da Agricultura da Romênia

Comparação infeliz foi realizada durante entrevista a um programa de televisão e já tem gente pedindo o cargo do ministro.

 

Petre Daea, ministro da agricultura da Romênia, cometeu uma gafe (na falta de outra definição) durante um programa de TV, quando relatava o sofrimento dos suinocultores do país ao serem obrigados a mandar toda a produção para o sacrifício, por conta de um surto de peste suína africana. Ao descrever a eficiência do sistema incinerador, declarou que “tudo era um trabalho extraordinário, é como Auschwitz“.

Cerca de 45 mil suínos foram enviados para o abate.

 

 

O ministro pediu desculpas na última quinta e declarou que viu o sofrimento na face dos agricultores e usou estas palavras para expressar o sentimento que testemunhou

A Embaixada de Israel na Romênia divulgou nota sobre o ocorrido, dizendo que o ministro deu esta declaração por falta de um maior entendimento sobre o que foram na realidade o holocausto e Auschwitz, sem o propósito de desonrar a memória de milhões de vítimas.

Já os adversários do ministro pegaram mais pesado: querem a cabeça do homem e que o mesmo libere imediatamente o cargo.

 

Com dados do News Front e do Haaretz.

 

Veja também: África do Sul enfrenta surto de Peste Suína Africana.

 

 

 

 

Facebook Comments