Tag: Suínos

7 de dezembro de 2020

China constrói a maior granja de suínos do mundo


maior granja de suínos




Nós já falamos aqui no Blog do Farmfor sobre as granjas de suínos chinesas construídas em prédios que possuem até elevadores, você pode conferir em “As Pocilgas Gigantes da China“. Agora, os chineses foram muito além e construíram a maior granja de suínos do mundo.

A empresa Muyuan Foods virou notícia ao anunciar o início das atividades de sua mega fábrica de suínos na província de Henan. O complexo de 21 prédios começou a ser construído em março de 2020 (praticamente no auge da pandemia de coronavírus) e começou a operar no mês de setembro.

Além de ser a maior unidade de China (e do mundo) para a produção de suínos, a iniciativa pretende aos poucos eliminar a produção em pequenas propriedades do país. É um novo paradigma para os chineses, significando um perigo no longo prazo para os países produtores, incluindo o Brasil.

granja de suínos china

 

Alguns números da maior granja de suínos do mundo

A unidade vai abrigar 84 mil matrizes distribuídas em diversos prédios da granja, com o objetivo de produzir 2,1 milhões de suínos por ano. Tudo é controlado por computador, com alimentadores automáticos, robôs para limpeza das baias e monitoramento constante por câmeras de infravermelho para detectar febre nos animais.

Em 2019, a produção de suínos caiu pela metade na China. O mercado ficou sem 11 milhões de toneladas de carne para o consumo, fazendo o país comprar muito mais dos parceiros, incluindo o Brasil.

Se estas mega propriedades derem certo, muitas outras serão construídas nos próximos anos, tornando a China cada vez mais independente no setor: está no planejamento o arrendamento de terras para a produção anual de 80 milhões de suínos. O dinheiro para investir existe de sobra.

Veja também

Acesse o site da Muyuan Foods aqui.

 

 


16 de abril de 2020

Maior frigorífico de suínos fecha unidade nos EUA


maior frigorífico

O Smithfield Foods, maior frigorífico de suínos americano, sente a crise com a pandemia do coronavírus e fecha planta com 3700 empregados

A unidade da Smithfield Foods em Sioux Falls, no estado de Dakota do Norte, foi obrigada a fechar as portas por conta da crise com a pandemia de coronavírus. Só esta planta é responsável pelo processamento de 5% de toda a produção de suínos dos Estados Unidos. São 130 milhões de refeições prontas produzidas por semana na unidade.

E a crise foi interna: dos 3700 empregados da fábrica, 438 foram contaminados com coronavírus e outras 107 pessoas foram contaminadas por estes mesmos funcionários. A cidade de Sioux Falls tem 181 mil habitantes.

A cidade, afetada pelo coronavírus, agora perde milhares de empregos.

O condado de Minnehaha (onde fica Sioux Falls) tem 988 casos confirmados, 261 recuperados e 6 mortes. A planta do frigorífico responde por metade dos casos de toda a região.

Unidade da Smithfield: 3700 empregados em casa.

A empresa fechou na sequência outras duas unidades no estado de Missouri e Wisconsin, todas próximas de grandes centros urbanos.

Veja também

Coronavírus causa descarte de leite nos Estados Unidos.


27 de julho de 2018

Ministro da Agricultura da Romênia compara sacrifício de suínos a assassinatos de judeus


Ministro da Agricultura da Romênia

Comparação infeliz foi realizada durante entrevista a um programa de televisão e já tem gente pedindo o cargo do ministro.

 

Petre Daea, ministro da agricultura da Romênia, cometeu uma gafe (na falta de outra definição) durante um programa de TV, quando relatava o sofrimento dos suinocultores do país ao serem obrigados a mandar toda a produção para o sacrifício, por conta de um surto de peste suína africana. Ao descrever a eficiência do sistema incinerador, declarou que “tudo era um trabalho extraordinário, é como Auschwitz“.

Cerca de 45 mil suínos foram enviados para o abate.

 

 

O ministro pediu desculpas na última quinta e declarou que viu o sofrimento na face dos agricultores e usou estas palavras para expressar o sentimento que testemunhou

A Embaixada de Israel na Romênia divulgou nota sobre o ocorrido, dizendo que o ministro deu esta declaração por falta de um maior entendimento sobre o que foram na realidade o holocausto e Auschwitz, sem o propósito de desonrar a memória de milhões de vítimas.

Já os adversários do ministro pegaram mais pesado: querem a cabeça do homem e que o mesmo libere imediatamente o cargo.

 

Com dados do News Front e do Haaretz.

 

Veja também: África do Sul enfrenta surto de Peste Suína Africana.

 

 

 

 


8 de fevereiro de 2018

A suinocultura está salvando os produtores de trigo na Alemanha


Suinocultura

Em alguns casos, o trigo para ração é negociado com preço acima do usado para farinha

 

Deu no Bloomberg:

O trigo para ração está salvando a vida dos traders de cereais e dos produtores da Alemanha. A demanda está alta e o preço oferecido supera em algumas negociações (168 contra 164 euros a tonelada) o valor pago para o trigo que vai para a indústria de farinha.

O país tem 30 milhões de suínos e abate cerca de 58 milhões de cabeças, todo o ano. Metade do trigo consumido no país (10,5M toneladas) vai para ração animal.

Confira a publicação (em inglês) no site da Bloomberg.


21 de janeiro de 2018

O porco mais feio do mundo é da Indonésia


O porco mais feio do mundo

Quase em extinção, um exemplar apareceu nas selvas da Ilha de Java.

 

O “porco mais feio do mundo” não é um indivíduo; trata-se de toda uma raça que existe apenas na Ilha de Java, na Indonésia. Tem o tamanho de um javali e é facilmente reconhecido por três pares de verrugas na face. Considerado quase em extinção, o Javan warty, ou Sus verrucosus, virou notícia nesta semana.

 

Um exemplar foi flagrado recentemente em uma selva da ilha, fotografado por uma destas armadilhas que pesquisadores instalam em árvores, com sensores que disparam a câmera quando detectam movimento.

 

No vídeo acima, outro exemplar mantido em cativeiro. O título de “mais feio do mundo” não foi dado pelo blog, mas pelo próprio país do animal.



Publicidade