Globo Rural debocha da fé de futura ministra de Bolsonaro

Publicado por farmfor em

Conta do Globo Rural no Twitter tentou lacrar fazendo referência a goiabas e Jesus. Será que está fazendo piada para o público certo?

Faz tempo que a conta do Globo Rural (que dispensa apresentações) no Twitter mescla piadinhas com notícias do mundo rural, estas seguindo a linha do famoso programa de TV da Rede Globo. Desta vez, cruzaram uma linha.

Em um tweet que já foi apagado os responsáveis pelo canal fizeram uma piadinha com um relato recente na futura ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos do governo Jair Bolsonaro, Damares Alves. 

A mensagem, do dia 12 de dezembro, dizia “Subir na goiabeira para tentar ver Jesus pode ser perigoso! Prefira atividades mais calmas, como cultivar a fruta”, acompanhando um link para instruções sobre como plantar a fruta. A mensagem já foi apagada, mas consta nos registros do Google:

O perfil do atento Bruno Carpes no Facebook foi rápido para destacar este e outros casos envolvendo a mídia e a futura ministra, em texto que reproduzimos aqui:

A licença de setores da imprensa e de grupos políticos para injuriar, escarnecer da religião alheia e debochar da pedofilia. Presto a minha solidariedade à Damares, num grande exemplo de superação aos demais. Infelizmente teve de sofrer uma grave revitimização. REPUGNANTE!

A futura titular do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos do governo Jair Bolsonaro, Damares Alves tornou-se alvo de memes nas redes sociais nos últimos dias por causa de um vídeo em que ela afirma ter visto, quando tinha 10 anos, Jesus em um pé de goiabeira.

Em entrevista ao programa Timeline, da Rádio Gaúcha, nesta quinta-feira (13), a advogada de 54 anos contou que a gravação traz apenas uma parte do relato original. Segundo ela, a história narrada no vídeo aconteceu em um momento dramático: a menina Damares estava prestes a tirar a própria vida, cansada dos abusos sexuais que sofreu, cometidos por um tio, dos seis aos oito anos de idade.

— Ele me convenceu de que eu era a culpada, eu achava que Deus estava bravo comigo e, por ser uma menina cristã, era uma dor muito grande pela qual eu achava que não conseguiria passar. Eu queria morrer — disse Damares.

Durante a entrevista aos apresentadores David Coimbra, Luciano Potter e Kelly Mattos, Damares falou que subiu no pé de goiabeira decidida a se envenenar. Foi quando ela disse ter visto a figura de Jesus, que a aconselhou a não tomar aquela atitude.

— É comum as crianças falarem que têm amigos imaginários, mas quando uma menina cristã fala que esse amigo é Jesus, ela vira piada. De ontem para hoje, virei alvo de piadas porque tive coragem de contar que uma menina de 10 anos, machucada, tinha como amigo imaginário o ser superior da vida dela, que é Jesus. Eu o vi, e foi ele que me impediu de me matar — afirmou. — Desci daquele pé de goiabeira diferente, me tornei pastora, advogada e agora ministra. Eu venci a pedofilia — completou.

Damares também afirmou que pretende trabalhar em defesa da vida de mulheres e crianças, para que nenhuma sofra os mesmos abusos que sofreu durante a infância.

— Essa é uma nação que abusa de mulheres. Venho para esse ministério como uma menina sobrevivente, querendo que nenhuma outra precise do pé de goiaba — disse Damares.

Será que o Globo Rural tem a noção exata sobre as visões de seu público sobre Religião, Bolsonaro e a futura ministra? Apagar a mensagem foi um sinal de “correção de rota”, mas fica o registro.