Tag: Caterpillar

15 de agosto de 2020

Caterpillar 621B vira monumento em cidade do Pará


Caterpillar 621B

 

Scraper Caterpillar 621B foi instalada na rotatória de um trevo da cidade de Novo Repartimento, conhecida como a “Princesinha da Amazônia”.

Uma máquina virou monumento de destaque no Pará: a cidade de Novo Repartimento reformou o acesso a um bairro com uma rotatória ajardinada no meio do trevo, local que será o repouso final de uma Caterpillar 621B.

Vista aérea do trevo: foto da Prefeitura de Novo Repartimento.

A máquina dos anos 70, totalmente restaurada, simboliza os trabalhos na região para a abertura da famosa Transamazônica.

A inauguração teve festa, declarações apaixonadas dos políticos locais e até live pelo Facebook, na página oficial da Prefeitura no último dia 14 de agosto. Deusivaldo Silva Pimentel é o Prefeito Municipal.

https://www.facebook.com/prefeituranr/videos/931575664001607/

No vídeo abaixo (não relacionado), um pouco do trabalho de abertura de estradas nos anos 70, com muitas máquinas, em Minas Gerais. Dá para entender um pouco do espírito da época.

https://www.youtube.com/watch?v=AHFOe9dRj1Y

Veja também

Caterpillar no Lexicar Brasil.

Sobre a cidade

A história de Novo Repartimento é recente, porém uma história em que pesa o pouco tempo riquíssimo em fatos de muita luta. O município de Novo Repartimento pertence à microrregião de Tucuruí localizado na mesorregião do sudeste paraense, e nasceu de um lugarejo que deve seu nome ao Rio Repartimento, que banhava aquele povoado. Os registros datam como sendo o seu 1º morador, o Sr. Evaristo, que se instalou no povoado no início dos anos 70, devido a chegada da empresa Construtora Mendes Júnior, que veio ao Pará para construir a BR – 230, com o objetivo de ligar a Rodovia Transamazônica à Hidrelétrica de Tucuruí, e instalou-se a altura do Km 154. Surgia aí, o povoado Repartimento.

A Vila de Novo Repartimento, foi formada a partir dos estudos topográficos realizados pela Eletronorte, em 1980, onde esses estudos apontaram para a inundação do povoado Repartimento, que a partir daí, passa a ser chamado de Repartimento Velho e os moradores do então Repartimento, passaram a ser chamados de expropriados.

A Eletronorte construiu em 1980, a Vila a altura do Km 177 da Rodovia Transamazônica, fazendo entroncamento com a BR – 422, que ligava o povoado ao município de Tucuruí.

Via Site da Prefeitura de Novo Repartimento, PA.


30 de abril de 2020

Minicarregadeira vira pulverizador em empresa americana


minicarregadeira

A Farb Guidance Systems desenvolveu um sistema autônomo para diversos implementos, todos tendo como base uma minicarregadeira CAT

A Farb Guidance Systems é uma empresa americana que iniciou as atividades em 2012, especializada no desenvolvimento de soluções para veículos agrícolas autônomos. É mais uma na corrida dos veículos sem operador no agro.

Com uma missão nobre, diz o site que a Farb é “focada em inovação, sustentabilidade, filantropia e liberdade de escolha, preservando recursos naturais nas propriedades, aumentando a produtividade e os lucros e, eventualmente, explorando e desenvolvendo áreas do planeta onde anteriormente era impossível plantar“.

Na base do projeto de veículo autônomo, uma minicarregadeira Caterpillar 299D2 modificada com computadores e controles, GPS e vários sensores. O conjunto pode ser acoplado em uma diversidade de implementos para a realização de trabalhos na lavoura.

O sistema é capaz de detectar obstáculos, pessoas e animais no trajeto, bem como manter a memória geográfica do terreno mesclando os dados com os relatórios de clima. Com muita chuva, a máquina já sabe que em determinado ponto a lavoura fica com lamaçais, por exemplo.

O pulverizador autônomo, na lida com canola.

O pessoal da Farb foi esperto ao escolher um veículo existente que conta com manutenção em quase todo o planeta, apenas adaptando a parte inteligente: computadores e softwares.

O arranjo já realizou mais de 1000 horas de serviços em lavouras, cobrindo mais de 4000 hectares nos Estados Unidos e no Canadá, no trabalho com grades, semeadura, pulverização e amostragem de solo.

A empresa vende ou aluga as máquinas, que só precisam de cobertura de internet na lavoura onde será executado o trabalho. As máquinas são controladas remotamente, direto da sede da empresa. Ainda segundo a Farb, no caso de terceirização dos serviços, os custos são compatíveis com as alternativas tradicionais de uso de maquinário agrícola.

Veja também

Pulverizador robô autônomo: mais uma novidade no Agro.

Idaho company’s unmanned farm equipment taking off across U.S.



Publicidade