Nada de ETs ou Rio Quaraí: saiba a verdade sobre vídeo de círculos em rio

Publicado por farmfor em

Rio Quaraí

Vídeo que circula nas redes socias aponta o Rio Quaraí, na fronteira entre o Brasil e o Uruguai como local de possíveis círculos feitos por extraterrestres

Um vídeo que mostra um helicóptero sobrevoando uma área com um rio em época de seca e estranhos círculos em seu leito ganhou versões inusitadas nas redes sociais.

Uma das principais histórias contadas diz que se trata do Rio Quaraí, na fronteira entre o Brasil e o Uruguai e chega a insinuar que os círculos são coisa de outro mundo, obra de ETs.

O vídeo que gerou o boato sobre o Rio Quaraí, espalhado nas redes sociais.

A realidade é bem mais terrena. Primeiramente, a localização: o vídeo não foi feito no Brasil, no Rio Quaraí e sim no México, na Ilha del Carmen (estado de Campeche).

Veja também: A NASA não tem uma máquina de fazer chuva. É boato!

Os círculos foram construídos pelo homem em um projeto ambiental para a recuperação de manguezais, como já desvendou o site Boatos.Org.

É possível ver parte das estruturas no Google Earth

Usando o Google Earth e a opção “histórico”, é possível encontrar fotos de satélite da área em épocas de seca, condição que revela as estruturas que normalmente ficam submersas.

Os círculos vistos por satélite: destaque do Google Earth.

Rio Quaraí – para não perder a viagem

O rio gaúcho é realmente um pouco parecido com as águas da região que originou o vídeo, fortalecendo o boato. De acordo com dados da SEMA – Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura do Rio Grande do Sul, a Bacia Hidrográfica do Rio Quaraí situa-se a oeste-sudoeste do Estado do Rio Grande do Sul, entre as coordenadas geográficas 29°40′ a 30°30′ de latitude Sul e 56°30′ a 57°40′ de longitude Oeste. Abrange a província geomorfológica Planalto Meridional. Possui área de 6.471,77 km² e população estimada em 29.885 habitantes, abrangendo municípios como Barra do Quarai, Quaraí, Santana do Livramento e Uruguaiana. Os principais cursos de água são os arroios Moirões, Sarandi, Quaraí-mirim, Garupa, Capivari e o Rio Quaraí. O uso de água nesta bacia tem como destino principal a irrigação. Os maiores problemas estão relacionados à insuficiência hídrica nos meses de menor disponibilidade, principalmente no verão e as grandes demandas para irrigação de arroz.

Saiba mais

Confunden rescate de mangle con mensaje extraterrestre.

Van por rescate de manglares en marismas nacionales.

Facebook Comments