Personagem desfila com fantasia que mistura características do presidente Jair Bolsonaro e de Adolf Hitler, como suposto protesto.

O carnaval está chegando e, com ele, a montagem de narrativas pelos carnavalescos das escolas de samba. Em 2017, o agronegócio foi vítima de uma verdadeira campanha difamatória pela escola carioca Imperatriz Leopoldinense com a ala “fazendeiros e seus agrotóxicos”, devidamente denunciada em nosso texto Carnaval 2017 – Escola de Samba do Rio Terá ala Contra “Agricultores e seus Venenos”.

Agora, segundo o site Carnavalesco, a escola de samba Águia de Ouro levará para a avenida um personagem fantasiado de Hitler, usando faixa presidencial brasileira, armado com cassetete e fazendo o símbolo de “arminha” com as mãos, uma clara e óbvia referência ao presidente Jair Bolsonaro.

Na sinopse do samba Brasil, eu quero falar de você!!! Que país é esse!!! , consta o seguinte:

A Águia de Ouro, no carnaval de 2019, vai retratar a ganância humana, causa direta da exploração das riquezas da Nossa Pátria. Desde a chegada dos descobridores até os dias atuais. Um país abundante, mas que sofre com a falta de cuidado na vida social, mudaram os ventos. Resultado Direto da retirada descabida dos nossos maiores bens. Massacraram os índios, enganaram, devastaram nossa floresta, abusaram e tentaram escravizar os nativos. Esse retrato, é espelho de nossa própria história.

O documento pode ser baixado neste link.

Facebook Comments