Tag: NDVI

26 de setembro de 2019

DJI lança novo drone especial para agricultura


novo drone

Com 6 câmeras, novo P4 Multispectral dispensa o uso de sensores de terceiros nos mapeamentos NDVI e ainda vem com RTK

O novo Phantom da DJI (chamado agora só de P4) é muito parecido fisicamente com o modelo RTK lançado recentemente, mas com uma grande diferença técnica: vem com 6 câmeras. Conforme especificações do fabricante, são uma câmera RGB e uma sistema multiespectral com um arranjo de 5 câmeras, incluindo as faixas de cores azul, verde, vermelho, borda vermelha e infravermelho próximo, através de imagens em 2 MP obtidas por um obturador global em um estabilizador triaxial.

As câmeras do P4 Multispectral: dois iPhones XI Pro voando na lavoura 🙂

O drone é capaz de exibir na tela de controle a análise NDVI em tempo real durante o voo na lavoura, com um tempo máximo de 27 minutos e até 7km de alcance (o que pode variar muito, na prática).

Imagem RGB normal e NDVI, lado a lado.

O preço não foi divulgado e a DJI apenas disponibilizou alguns dados técnicos e um formulário de contato para os interessados, ao final deste link.

Novo drone não bate o Phantom RTK em qualidade de imagem

O P4 Multispectral não enterra de vez o Phantom 4 RTK, os dois são posicionados em mercados diferentes, já que a câmera RGB do novo drone tem sensor CMOS de 1/2.9” (com pixels efetivos de 2,08 MP). O Phantom RTK tem sensor de 1 polegada e 20MB de pixels efetivos (entre outras features superiores na câmera), dando um banho em qualidade de imagem.


1 de março de 2019

Isaria, o sensor que usa luz para medir a saúde das lavouras


Isaria

Fabricado pela empresa Fritzmeier, da Alemanha, sistema permite o rápido diagnóstico da lavoura para a correta aplicação de diversos produtos

O Isaria é um sensor que emite luz infravermelha através de LEDs e mede a resposta das plantas (o quanto desta luz é refletida), dando diagnósticos em tempo real da situação daquele ponto específico da lavoura. Montado na frente do trator, fornece dados para o computador que vai decidir o quanto de produto deverá ser aplicado através do implemento que vai logo atrás.

O Isaria foi adotado pela Claas e também é fornecido com a marca e cores da empresa, através da parceria com a fabricante Fritzmeier, da Alemanha, uma empresa com um longo histórico na área agrícola. A versão original usa bluetooth e a vendida pela Claas tem ISOBUS, única diferença entre os modelos.

Os sensores na frente do trator, em posição de transporte.
O Isaria na posição de trabalho.
Aqui instalado em um distribuidor de esterco líquido.
O Isaria em um pulverizador.

Entre os usos em destaque para o Isaria estão análise para aplicação de nitrogênio, reguladores de crescimento, dessecantes e fertilização em geral.

Outras marcas possuem sensores similares, como o N-Sensor da Yara. Outras soluções adotam abordagens diferentes, como o uso de drones para mapear a lavora com o mesmo tipo de sensor e posterior envio dos mapas com as medias para o GPS.

O blog Por Dentro do Agro, da Stryder, tem um belo texto explicando como funciona o uso da luz na análise das plantas, vale a pena acessar Espectro Eletromagnético, Luz Visível E Infravermelho: O Que Isso Tem A Ver Com NDVI?

Veja também: Drone para agricultura – Parrot Disco-Pro AG.


14 de setembro de 2017

ALTI Transition, um drone diferente


ALTI Transition

Equipamento une o melhor de dois mundos (asa fixa e multirotor) para uma melhor performance

 

ALTI Transition foi desenvolvido na África do Sul e apresenta 4 motores dispostos na formação tradicional de uma aeronave multirotor, mas também tem uma destacada asa fixa e um quinto motor traseiro. Ele pode fazer a decolagem vertical e ter o comportamento da asa fixa durante o trabalho.

Com envergadura de 3 metros, payload de 1,5 kg e duração de voo de até 10 horas, o Transition é o “irmão menor” em escada do modelo Reach, que tem o dobro do tamanho e payload de 8kg.

 

 

 

 

O drone é todo desmontável e cabe em um baú, típico destes equipamentos. Sobre preços e demais dados, contacte o fabricante.


30 de maio de 2017

Drone para agricultura – Parrot Disco-Pro AG


Drone para agricultura de asa fixa promete a cobertura de vários hectares em cada voo

 

A empresa francesa Parrot é pioneira no mercado de drones. O modelo AR.Drone foi o primeiro drone para recreação de uso popular nos idos de 2010, trazendo o tradicional controle por celular e câmera. Desde então, vários fabricantes entraram no mercado, com a DJI, mais tarde, virando uma forte concorrente no segmento recreativo e semi-pro

Parrot AR.Drone 2.0, de 2012.

 

Um drone profissional da Parrot

Hoje a empresa tem uma ampla linha de drones e sensores para captura de imagens. a linha de modelos com asa fixa tem um exemplar dedicado ao trabalho agrícola, o Parrot Disco-Pro AG. Vendido em um kit com diversos acessórios, tem o preço básico de US$ 4499,00 nos EUA.

 

 

O drone é simples de usar, mas decola manualmente, como a maioria dos drones de asa fixa. Com uma carga completa da bateria, pode cobrir uma área de 80 hectares voando a 120 metros de altura. Quem compra o Disco-Pro AG ainda recebe um ano de assinatura do sistema Airinov, para análise de dados das imagens. Com este fluxo de trabalho, em poucas horas a lavoura pode ser analisada e já seguir para a aplicação de produto, conforme a análise NDVI.

Visite o site da Parrot.



Publicidade