Mamão e bode "testam positivo" para coronavírus na Tanzânia Blog do Farmfor

mamão

Mamão e bode “testam positivo” para coronavírus na Tanzânia

Qualidade dos testes foi colocada em dúvida no país africano depois dos resultados em pacientes fora do comum

Um mamão papaya e um bode estão entre os pacientes que foram testados para coronavírus na Tanzânia, com resultado positivo. Parece piada, mas aconteceu.

Descontente (e desconfiado) da qualidade dos testes importados pelo governo, o presidente da Tanzânia solicitou para que suas forças de segurança deliberadamente mandassem para o laboratório amostras não-humanas para exame.

Mamão e bode “doentes”

Entre elas, amostras de um mamão papaya, um bode, óleo de motor e uma ovelha. Os técnicos do laboratório, obviamente, não sabiam da origem dos materiais coletados. Não deu outra: o presidente Magufuli estava certo: pelo menos o mamão e o bode testaram positivo para coronavírus.

O chefe do laboratório foi afastado. O país já registrou até o momento 480 casos e 16 mortes pela pandemia de coronavírus. A oposição acusa o governo de pouco valorizar o COVID-19 e de esconder dados.

Onde fica a Tanzânia

Foto: Shout Africa – Commercial farming to boost food security in Tanzania.

A Tanzânia é um país na África Oriental conhecido por suas vastas áreas selvagens, como as planícies do Parque Nacional de Serengeti, uma das mecas do safári e habitada pelos cinco animais de grande porte mais difíceis de serem caçados (elefante, leão, leopardo, búfalo e rinoceronte). Outro destaque é o Parque Nacional de Kilimanjaro, onde fica a montanha mais alta da África. Em alto-mar, estão as ilhas de Zanzibar, de influência árabe, e de Mafia, com um parque marinho que abriga tubarões-baleia e recifes de corais. (Fatos Rápidos do Google). Wikipedia.

Saiba mais

Tanzania COVID-19 lab head suspended as president questions data.

Coronavirus: Tanzania testing kits questioned after goat and papaya test positive.


Receba nosso conteúdo no e-mail!

Nosso canal no Telegram é gratuito. Participe!

Telegram do Farmfor

Publicidade