Protesto foi realizado no dia primeiro de outubro e juntou mais de 10 mil agricultores holandeses insatisfeitos com as políticas para o setor

Os agricultores holandeses se organizaram e tomaram as ruas e estradas até a cidade de Haia, para protestar contra diversas políticas do governo, em especial, o endosso da narrativa que coloca os produtores como culpados das mudanças climáticas.

Segundo o jornal La Vanguardia, a polícia forneceu a contagem oficial de 2200 tratores na concentração final do evento, com 10 mil pessoas participando. Apenas 75 tratores estavam autorizados para entrar na manifestação, mas todos os bloqueios montados foram furados. Como efeito, 1136 km de engarrafamentos na região também foram registrados.

Imagens do protesto, direto do canal The Netherlands & Dutch Culture.
Imagens noturnas dos comboios, via canal Miché Media.

O manifesto dos holandeses

O grupo Agractie, um dos organizadores dos protestos, emitiu uma espécie de manifesto em seu site:

“Nos últimos anos, políticos, mídia e ativistas esboçaram uma imagem negativa dos agricultores. Não somos traficantes de animais e poluidores ambientais; somos apaixonados por nosso setor. A falta de confiabilidade do governo e das autoridades é uma razão para que protestarmos. Os problemas da Holanda não pertencem aos nossos pratos “.

Imagem da concentração final.

O que vem acontecendo no país e revoltando o setor: uma comissão do governo federal sugeriu recentemente em um relatório que seria adequado o fechamento de propriedades rurais ineficientes, especialmente as produtoras de suínos e aves, além de colocar limites no tamanho das já em operação “adequada”.

Os agricultores holandeses estão de parabéns. Já o resultado das manifestações, só o tempo poderá revelar.

Uma cobertura completa dos acontecimentos está neste site (em inglês).

Veja também: Agricultores realizam protesto gigante na França.

Facebook Comments