Anitta mora em terra que era da tribo Guiraguadú-mirim, no Rio de Janeiro

cantora anitta

Cantora atacou o agronegócio em suas redes sociais e defendeu os índios “retirados das terras”

A cantora Anitta desfiou um rosário de acusações contra o agronegócio nesta semana, por conta dos problemas com as queimadas na Amazônia. Através das suas redes sociais, gravou uma série de vídeos que começam com a seguinte argumentação:

Queridos fazendeiros, agrônomos, não-sei-gronomos… antes de existir a palavra fazendeiros, antes de existir a fazenda, antes de existir a agronomia, os índios já estavam ali. Então não tem, não faz sentido, brigar, fazer uma guerra, com os povos indígenas, se eles só tem sido assassinados, explorados e.. e… roubados, retirados das terras deles pra que vocês consigam produzir.

O que segue é uma sequência de xingamentos, já apurados na íntegra (com vídeo) pelo site BHAZ. Lá você confere que ela até chama o setor de câncer.

Exagerando e mantendo a mesma linha de raciocínio para muitas regiões do país, podemos dizer que Anitta faz parte do mesmo problema. Sua mansão avaliada em mais de 10 milhões de reais em um condomínio fechado na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, está assentada no que antes era terra indígena da tribo Guiraguadúmirim. Está nos livros de história, basta consultar.

É claro que a cantora não está envolvida em qualquer escândalo de tomada ilegal de terras e comprou o terreno e construiu a casa como qualquer pessoa do condomínio, mas ampliações como esta só prejudicam a imagem de quem também trabalha todo dia para colocar comida na mesa dos brasileiros e juntou patrimônio ao longo de uma vida.

Fica a curiosidade: do que a cantora Anitta se alimenta?

Facebook Comments

Tags:, ,