Tag: EMATER

27 de março de 2020

Coronavírus está no centro das atenções, mas a seca continua e chegou antes


coronavírus está

O coronavírus está causando prejuízos e temores sobre perdas de vidas no país, em um momento que já era ruim para os agricultores e suas famílias

Não se fala em outra coisa nos noticiários de TV: o coronavírus ganha destaque com cobertura especial nos telejornais e até programas especiais dedicados ao problema. É uma crise que já tem mais de 30 dias e levou o país inteiro para quarentena nas últimas semanas. Já para quem é do campo, os problemas são dobrados.

Muitas famílias estão sofrendo com a seca desde muito tempo, com perdas na produção. Lavouras secando, atividade leiteira parada, hortaliças com dificuldade. Enfim, não há setor agrícola sem problemas. A seca causa medo do futuro, preocupação com contas para pagar e temores sobre a saúde, especialmente dos mais idosos. A doença que parou o mundo é mais um problema, com os mesmos efeitos.

A seca: foto de Mauricio Belé Fachi, de Arvorezinha, RS.

O usuário Mauricio Belé Fachi, de Arvorezinha, no RS, postou esta imagem em seu perfil no facebook, com a frase ” O engraçado que o corona chegou e a seca acabou para os outros . Mas para nós agricultores está assim “. A imagem também foi replicada pela página Fumicultores do Brasil.

Todos estão com razão. O foco agora é na fiscalização das entidades, prefeituras e todos os órgãos que de alguma forma fazem o meio de campo entre o agricultor e os recursos financeiros ou auxílios de prefeituras (muitas recebem verbas para este tipo de imprevisto e possuem maquinário para ajudar). E se as políticas de reparo dos problemas causado pelo coronavírus chegarem até os produtores, o problema pré-existente não deve ser esquecido: é tempo de dizer para os burocratas que no campo a crise chegou antes e o prejuízo é dobrado.

Veja também

RS: colheita chega a 39% e perdas por seca vão ficando maiores, diz Emater.

Seca na Suíça faz governo transportar água em helicópteros para as vacas nos alpes.


12 de fevereiro de 2019

Governo gaúcho entrega Fiat Mobi para extensionistas da EMATER


Emater

Carrinho da Fiat terá que lidar com as terríveis estradas rurais do Rio Grande do Sul. Será que aguenta?

Na manhã de segunda, 11 de fevereiro, o governo gaúcho realizou a cerimônia de entrega dos veículos que serão usados pelos técnicos da EMATER para atender os agricultores na tradicional extensão rural. O veículo escolhido para a tarefa trata-se do Fiat Mobi Like Flex 1.0 2018/2019, o menor veículo da montadora no país.

O carro compacto e tipicamente urbano, pode ser definido pelo slogan adotado pela Fiat no site: “Seu novo jeito de se mover pela cidade“. Os extensionistas da EMATER vão precisar de sorte e tempo bom para se moverem pelo interior.

Em site oficial, o governador declarou:

Cuidar da agricultura familiar é cuidar da economia do estado: “Os carros são instrumentos de trabalho, obviamente não fazem nada sozinhos. Mas dão suporte ao serviço qualificado e fundamental da Emater, especialmente nas pequenas propriedades. As novas técnicas e tecnologias, quando chegam com a devida orientação até a ponta, podem significar mais renda para os produtores. E o campo é um setor vital, que precisa ser fortalecido, até mesmo para enfrentar a nossa crise financeira”.

Foram entregues 108 carros e 120 notebooks ao custo de R$ 4,8 milhões (verbas federais). Os veículos vão atender 108 municípios.


1 de janeiro de 2016

Blog do Farmfor


Blog do Farmfor

Curiosidades sobre o mundo agrícola: máquinas, notícias, humor e muito mais.



Publicidade