Tag: Eleições 2022

30 de abril de 2022

Lula promete acabar com os clubes de tiro se for eleito


Lula promete

O pré-candidato do PT ao Planalto disse isso e muito mais em Conferência Eleitoral do PSOL neste sábado, 30 de abril

Lula promete

As eleições de 2022 ainda estão distantes e a campanha eleitoral nem começou. Mesmo assim, os candidatos que pretendem disputar a presidência com Jair Bolsonaro já largam trechos do que seria um provável programa de governo e as ações que pretendem realizar (ou tentar) nos próximos 4 anos em Brasília. As intenções do lado esquerdo da disputa – bem como o que historicamente defendem – já são do conhecimento de todos.

Neste sábado, 30 de abril, em evento com os parceiros do PSOL, Lula adiantou algumas promessas:

“Vamos voltar a restabelecer a nossa relação com a América Latina. E se Deus quiser vamos criar uma moeda na América Latina, por que não tem esse negócio da gente ficar dependendo do dólar. Vamos tentar recuperar os BRICS, só basta que você mande o Putin parar com essa guerra, pô. Não tô precisando de guerra agora. E outra coisa: se prepare por que estes clubes de tiro que foi criado como eles criaram vai fechar. Nós vamos querer clubes de leitura. Nós vamos querer bibliotecas espalhadas por este país a fora. Ao invés do tiro, vai ter um livro. Ao invés do tiro, as pessoas vão ter acesso à cultura.”.

Tem isso e muito mais na íntegra, no vídeo abaixo. A parte destacada aqui está bem no final, lá por 2:11:00.

Sobre falar de política:

Aqui no Blog do Farmfor costumamos destacar falas de candidatos que envolvam interesse dos agricultores, que ajudem ou prejudiquem a produção ou que afetem o modo de vida da maioria dos nossos leitores. Há uma série de postagems do último pleito presidencial falando sobre os planos de governo e a agricultura, confira neste link.


4 de julho de 2021

Eduardo Leite – presidenciável do PSDB – já sentou para ouvir o MST


eduardo leite

O governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite e provável candidato ao Planalto em 2022, recebeu oficialmente o Movimento dos Sem Terra no Palácio Piratini em 2019

Ainda falta muito para a definição do candidato oficial do PSDB que enfrentará Jair Bolsonaro nas eleições de 2022. Eduardo Leite é um dos nomes cotados dentro do partido e precisa vencer internamente nomes como o do governador de São Paulo, João Dória.

Eduardo Leite

Em sua aparente estratégia para o pleito, tem reforçado sua presença em eventos nacionais, dando opiniões e entrevistas sobre assuntos diversos para a mídia nacional e recentemente fez uma declaração de cunho pessoal no Programa Conversa com Bial, já de domínio público.

Veja também: Eduardo Leite: um político refém das próprias mentiras contadas na campanha eleitoral.

É cedo também para entender como seria a relação do candidato com o agro. De concreto, sabemos que o tucano recebeu oficialmente o MST na sede do Governo Gaúcho no ano de 2019. Segundo o site do próprio Governo, Leite declarou “Independentemente de questões políticas, há milhares de pessoas que fazem parte da realidade em assentamentos, e o Estado tem de olhar para elas e proporcionar políticas públicas”.

A notícia sobre a visita pode ser lida aqui.

Cerca de quinze dias depois, a comitiva do MST foi encaminhada para discutir pautas com o então secretário da agricultura do RS, Covatti Filho.

As pautas:

O MST pediu o apoio do Estado para facilitar o processo de acesso a terras que pertencem à CEEE, à Cesa e à Fepagro, esta em processo de extinção. Covatti informou que essas reivindicações deverão envolver as direções dessas empresas e entidade, com agendamento de novos encontros para tratar especificamente de cada caso.

Outra reivindicação dizia respeito à liberação de verba do Programa Camponês, financiado pelo BNDES. O diretor de Agricultura Familiar e Agroindústria da Seapdr, José Alexandre Rodrigues, explicou que, de todos os projetos contemplados em editais de seleção do programa, três já foram contratados pelo banco e um está em análise.

O Blog do Farmfor está de olho em todos os potenciais candidatos para 2022, como monitorou em outras eleições o envolvimento de todos os candidatos com as questões do campo. Fique de olho!

 

 

 



Publicidade