Tag: Diesel

7 de fevereiro de 2020

Economia com diesel seria reinvestida na lavoura, dizem agricultores


Economia com diesel

Em um hipotético corte de impostos nos combustíveis, produtores disseram ao Farmfor que investiriam o valor de volta no plantio, em sua maioria

O debate sobre a cobrança de impostos no Brasil pegou fogo (sem trocadilho) nesta semana, quando o presidente Jair Bolsonaro lançou um desafio aos estados brasileiros: se eles cortarem os impostos estaduais, ele corta o federal.

Questões técnicas à parte (alguns estados como o Rio Grande do Sul tiram quase 20% da sua receita do altíssimo imposto sobre os combustíveis) resolvemos indagar os seguidores sobre o que fariam com o dinheiro se esta medida entrasse em vigor. Algumas estimativas apontam uma economia de aproximadamente 90 centavos por litro.

A maioria disse que reinvestiria na lavoura, mais combustível, maquinário mais moderno, adubos, correção e assistência técnica. Em resumo: reinvestir tudo de volta na lavoura e aumentar a produção.

Economia com diesel

Claro que este não é um trabalho científico, não passa de um simples bate-papo com os nossos seguidores no Farmfor (via comentários e mensagens), mas fica uma possibilidade: menos impostos nos combustíveis poderiam representar mais produção e muito mais dinheiro na mão dos agricultores.


13 de março de 2018

Um novo tipo de diesel para os tratores da Valtra


Diesel renovável virá com o abastecimento de fábrica nos tratores da marca.

 

A Valtra anunciou uma parceria com a empresa finlandesa Neste para adotar em seus tratores um novo tipo de diesel, feito de restos de óleos vegetais e gordura animal, mas compatível com o diesel tradicional. O acordo prevê a compra de 700 mil litros por ano do Neste MY Renewable Diesel.

A empresa pretende mandar todos os tratores novos já abastecidos de fábrica com o combustível alternativo, para revendas em mais de 75 países, além de usar a novidade nos seus próprios equipamentos, nas unidades industriais.

 

O vídeo acima mostra a diferença entre o diesel convencional de petróleo e o desenvolvido pela Neste, durante a queima.

A economia em emissões equivale ao gasto anual de 560 ônibus ou 46 mil horas de trator. O “combustível de resíduos” tem ainda um maior prazo de validade em relação ao convencional e pode trabalhar em temperaturas de até 34 graus negativos.

O site Wake Up Call to All Farmers é o canal oficial desta promoção.

Saiba tudo sobre o Diesel Renovável, neste site (em inglês).

 

 


28 de agosto de 2017

Isenção de PIS/PASEP e COFINS no óleo diesel para agricultores está no caminho


Isenção de PIS/PASEP

Prestadores de serviço de transportes de passageiros e de cargas também serão beneficiados

 

A informação é do site do deputado federal Luiz Carlos Heinze, do PP:

A Comissão de Viação e Transportes aprovou proposta que reduz a zero as alíquotas de PIS/Pasep e da Cofins incidentes sobre a venda de óleo diesel para produtores rurais e prestadores de serviço de transportes de passageiros e de cargas.

O texto aprovado é o substitutivo da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural para o Projeto de Lei 409/15, do deputado Luis Carlos Heinze (PP-RS). O substitutivo retira a isenção da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) para o óleo diesel prevista no texto original.

Relator na Comissão de Viação e Transportes, o deputado Ezequiel Fonseca (PP-MT) lembrou que a Medida Provisória 670/15 já previa a isenção, que foi incluída no texto por meio de emenda dos deputados Valdir Colatto (PMDB-SC), Alceu Moreira (PMDB-RS) e o deputado licenciado Osmar Terra (PMDB-RS). A emenda, no entanto, acabou vetada pela Presidência da República e o veto acabou mantido pelo Parlamento.

“Uma vez que a iniciativa anterior de baixar o preço do diesel não logrou êxito, a presente proposição desponta como uma nova e bem-vinda oportunidade”, disse Fonseca. “Embora o aumento do diesel interfira indiretamente em toda a cadeia produtiva, o impacto na produção rural, no transporte de pessoas e no frete é direto”, completou.

Tramitação: O texto aprovado ainda será analisado de maneira conclusiva pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Via Deputado Heinze.



Publicidade