Tag: Apicultura

6 de janeiro de 2021

Robô controlador de colmeia da Daesung quer facilitar a vida do apicultor


Daesung

A robótica chegou na apicultura. A empresa Daesung exibiu na versão digital da CES 2021, uma das maiores feiras de tecnologia do mundo, seu robô “controlador de colméia”, batizado de Smart Hive.

O equipamento que é todo feito de alumínio é colocado no topo da caixa de abelha – podendo ser ajustado para 5 tamanhos diferentes – e, após o acionamento, começa a retirar as colmeias uma a uma, “escovando” gentilmente as abelhas e pendurando a carga em ganchos. Ao final do serviço, o apicultor é alertado por um sinal de áudio.

 

Smart Hive

 

Acima: o robô extrator de colmeias da Daesung, em vídeo.

Na realidade, tá mais para “máquina de retirar colmeias” e não um robô, mas é uma ideia. A Smart Hive tem carga na bateria para trabalhar em 50 caixas e pesa 11kg. Ainda em desenvolvimento e postada no site de financiamento de projetos Indiegogo, ela tem o preço estimado de US$ 3000,00.

Veja também

Israelenses desenvolvem mel sintético sem abelha.


19 de novembro de 2019

Israelenses desenvolvem mel sintético sem abelha


Mel Sintético

Mel sintético é feito com o uso de uma bactéria. A técnica ganhou medalha de ouro em competição científica americana.

Um grupo de 12 estudantes do Instituto Israelita de Tecnologia (Technion) consegui desenvolver um mel sintético, sem abelhas. A técnica consiste em usar a bactéria Bacillus subtilis, reprogramada em laboratório para “aprender” a fazer mel.

O estudo ganhou uma medalha de ouro em uma competição do iGEM – International Genetically Engineered Machine – entre 300 instituições de ensino.

O mel no laboratório.

Tudo funciona da seguinte maneira: a bactéria modificada geneticamente processa uma solução similar ao néctar, com secreção de enzimas que imitam o que acontece no estômago da abelha.

O grupo alega que o produto, que ganhou o nome de Beefree (livre de abelhas) é uma alternativa sustentável para a produção de mel.

Mel Sintético

Confira os dados técnicos do projeto neste link em inglês.

Leia também: Orvalho de Deus, inspiração de Israel nos planos de Bolsonaro.


22 de junho de 2019

Prefeitura planta flores nos canteiros e economiza no corte de grama


Prefeitura planta flores

Cidade da Inglaterra embelezou seus canteiros, economizou uma fortuna com corte de grama e ainda ajudou as abelhas

A cidade de Rotherham, na região de South Yorkshire, lá na Inglaterra, adotou o plantio de flores nos canteiros da cidade. Onde era plantado apenas grama, foi adotado o cultivo de diversas flores nativas e exóticas.

Além do resultado visual, foi observada uma economia de 25 mil libras durante o ano, proporcionada pela dispensa do corte regular da grama nos espaços. O pessoal que lida com abelhas também está comemorando a nova política urbana.

Leia também: Agricultor solta abelhas em oficial de justiça e vai parar na cadeia na França.

Foram plantados cerca de 12 km de canteiros com as flores. A empresa responsável pelo projeto é a Pictorial Meadows, entidade com mais de 20 anos de experiência na área, nascida dentro de uma Universidade e que mantém arquitetos, paisagistas e uma grande equipe técnica para tocar os projetos.

Visto no facebook da BBKA – The British Beekeepers Association.


21 de junho de 2017

Agricultor solta abelhas em oficial de justiça e vai parar na cadeia na França


Agricultor solta

A defesa inusitada poderá render até 7 anos de cadeia

 

Falido, um agricultor francês da cidade de Nieul (que não teve o nome identificado) já esperava a visita de um oficial de justiça e o início dos procedimentos de penhora da propriedade. Quando o homem chegou, foi atacado por uma arma inusitada.

Ao perceber a chegada do oficial, o agricultor tratou de abrir uma caixa de abelhas do lado de fora da casa e se trancou na parte interna. O funcionário público foi parar no hospital com múltiplas picadas e uma reação alérgica.

Depois de muita negociação, já com a presença da polícia, o agricultor se entregou. Está preso e deve enfrentar um processo por “violência armada”, além de pagar uma multa bem gorda.

As informações são do Express.



Publicidade