Produzida na região de Scurelle, no Trentino-Alto Ádige, a iguaria é vendida em bobinas de 20 metros

O Refúgio Crucolo, orgulhosamente apresentado no Twitter como “Rifugio Crucolo. Salumi, formaggi e Parampampoli. Storia, Famiglia e tradizione Trentina. Dal 1782”, produz e vende um salame em bobinas de 20 metros de comprimento. O freguês leva para casa todo o conjunto ou vai cortando em pedaços ali mesmo.

Il piu lungo: confira a localização do Refugio Crucolo no Google Maps.
A bobina fazendo a alegria dos consumidores.
A empresa não vende apenas salame. Tem o queijinho de 40kg para acompanhar.
O salame “normal” também é fabricado!

Humor e tradição agregando valor ao produto na Itália, boas práticas que podem e devem ser aplicadas nas agroindústrias brasileiras de pequeno porte. Um bom exemplo a ser seguido, nas devidas proporções.

Acesse o site da Curolo.

Facebook Comments