Tag: Veículos

17 de julho de 2021

Conheça a Dodge Powerwagon, a maior picape do mundo


maior picape do mundo

A maior picape do mundo é um monstro 8 vezes maior que uma picape normal, uma réplica da Dodge Power wagon de 1950 feita sob encomenda para um sheik árabe

É de um sheik árabe a maior picape do mundo. Hamad Bin Hamdan Al Nahyan, também conhecido pelo apelido de “Sheik Arco-íris”, coleciona carros exóticos e únicos no mundo. Todas estas preciosidades ficam guardadas em um galpão construído no formato de pirâmide, no meio do deserto de Abu Dhabi.

Tudo está disponível para visitação no museu, totalmente de graça.

Mas o nosso interesse aqui é em uma peça específica da coleção: uma réplica gigante da picape Dodge modelo 1950, grande o bastante para ter várias picapes de tamanho normal estacionadas entre os seus eixos no galpão.

A picape “anda” de verdade e tem registro para rodar nas ruas da cidade. A escolha do modelo tem lá sua razão: camionetes como esta nasceram durante o boom do petróleo dos anos 50, enriquecendo os árabes que estavam sentados em enormes reservas. É uma grande homenagem (e agradecimento).

Para entrar na picape, é preciso subir uma escada retrátil instalada no meio do assoalho do veículo. Lá dentro, o visitante encontra até quartos, sala e banheiro.

Maior Picape do Mundo

picape gigante

 

 

O motor que toca a réplica é um Detroit Diesel de 300 hp e o peso total (nunca aferido) é de cerca de 50 toneladas. O motorista fica escondido em um pequeno compartimento perto do eixo.

Por fim, a “maior picape do mundo” é só mais um item em uma incrível coleção de carros exóticos em um museu especializado. Para saber como visitar o local, acesse o site oficial.

 

 

 


20 de fevereiro de 2020

Deputado quer liberar a importação de veículos usados


importação de veículos usados

Marcel van Hattem (NOVO/RS) quer quebrar o monopólio dos grandes importadores e dar liberdade para que o cidadão realize a importação de veículos usados

O Deputado Federal Marcel van Hattem é autor do Projeto de Lei 237/2020 que visa liberar a importação de veículos automotores por qualquer pessoa, sem passar pelas grandes empresas importadoras.

O que diz o projeto de lei que libera a importação de veículos usados

Art. 1º Qualquer pessoa física ou jurídica poderá realizar a importação de
veículos automotores para fins terrestres, novos ou usados, independentemente de autorização prévia e do ano de fabricação.


Art. 2º O veículo de que trata o art. 1º deverá atender aos limites legais de emissões veiculares vigentes no país, relativamente ao seu ano de fabricação e categoria.

Parágrafo único. São meios de comprovação do atendimento aos limites de emissões os índices dispostos na especificação ou no manual do veículo, elaborado por seu fabricante, assim como, entre outras formas, os limites de emissões constantes da norma do país de sua fabricação.

Art. 3º O montante dos tributos federais incidentes sobre a importação do veículo de que trata o art. 1º não poderá ser superior ao montante incidente sobre os veículos similares fabricados no país.

Parágrafo único. Define-se como veículo similar aquele que seja equivalente em termos de peso bruto total e potência, admitidas variações de até 15%.

Art. 4º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Na justificativa, o fim da reserva de mercado que proíbe a importação de veículos usados e dificulta a importação de veículos novos, um protecionismo que prejudica o país, diminui a competitividade e, principalmente, prejudicial ao direito de liberdade de escolha do cidadão.

Um caminhão americano Peterbilt ano 1999 custa por volta de US$ 32000,00 nos EUA, só para você abrir a imaginação.


12 de novembro de 2018

Trator se comunica com carros para avisar que está na estrada


Trator se comunica com carros

Tecnologia que avisa os motoristas cerca de 1 km antes da aproximação com máquinas agrícolas está em testes na Europa

A ETSI, entidade que define padrões no munso das telecomunicações, exibiu em uma feira na França algumas novidades para o mundo agrícola. A ETSI IoT week foi realizada no final de outubro na cidade de Sophia Antipolis e mostrou inovações sem fio também nas áreas de cidades inteligentes, esportes, saúde e até tecnologias espaciais.

Na rede oneM2M, o trator se comunica com carros da BMW. Em breve, com todos os veículos novos.

O destaque agrícola ficou por conta do sistema oneM2M, conectando através de pequenos rádios (modems) um trator John Deere e uma BMW. Quando o sistema detecta que os dois veículos estão próximos, toca um alarme para preparar o motorista para a presença de máquinas na pista, até 1 km antes da aproximação.

Saiba mais: Internet das Coisas no Blog do Farmfor.

Os acidentes envolvendo tratores e veículos matam 400 pessoas a cada ano no continente europeu. O sistema faz parte de um conjunto de ações que quer diminuir este número pela metade até 2015 e usa tecnologia da empresa Sensinov e da Agricultural Industry Electronics Foundation.

Veja também:

Site da ETSI.

 

 

 


25 de maio de 2018

Este comercial da S10 2018 é corajoso e defende o agronegócio


A defesa do agro na TV aberta é digna de nota.

Antes de mais nada, um disclaimer: não recebemos nada da GM para a nota escrita neste post.

A campanha de marketing para a S10 2018 já é antiga; o comercial de TV em questão foi lançado no Youtube em maio de 2017 e está no ar novamente (pelo menos na Rede Globo) por estes dias. O texto chama a atenção para a defesa do agronegócio, dizendo “Algumas pessoas vão sempre apontar o dedo para a gente que vive do campo. Mas nós vamos levantar ainda mais cedo para cuidar do rebanho, do futuro da fazenda e até do futuro de quem aponta do dedo”.

 

 

A peça ainda termina com “se pararmos, este Brasil pára / é hora de valorizar quem carrega o país nas costas”.

É claro que a S10 mira no público agrícola e a GM quer vender camionetes para produtores rurais. Mas diante do estado das coisas e do ativismo presente em quase toda a publicidade brasileira, este comercial, o discurso escolhido e a defesa veemente do agro perante a crítica sobre desmatamento, é digna de nota. Estão de parabéns.



Publicidade