Carne vencida em 2004 era vendida como nova em 2016, segundo denúncia de jornal belga.   O site belga Het Laatste Nieuws denunciou que frigoríficos do país estavam fornecendo carne vencida desde 2004 para clientes do Kosovo. O golpe foi revelado através de documentos judiciais só agora divulgados pelas autoridades.     Um caminhão frigorífico procedente da região de Bastogne, na Bélgica, foi apreendido no Kosovo com a maioria da carga sem identificação, mas os golpistas “esqueceram” algumas peças com etiquetas de 2004. Foi apurado…Continue a ler “Frigorífico da Bélgica vendia carne de 12 anos para o Kosovo”

Associação de pecuaristas não quer que fabricantes da novidade chamem a carne sintética de “carne”.   Os estudos para a produção de carne sintética (de laboratório) estão avançando pelo mundo, com dinheiro de grandes investidores como Bill Gates e o bilionário inglês Richard Branson. O discurso tem forte pegada “ambiental”, com recorrentes afirmações de que o atual modelo de produção de carne no mundo não é sustentável, ruim para o planeta e para os próprios animais. Além dos bilionários investidores idealistas, grandes empresas do ramo de…Continue a ler “Carne sintética desafia pecuaristas americanos”

compartilhamento de vacas

Iniciativa americana permite a compra conjunta de animais para posterior venda em peças.   O Crowd Cow é um serviço de vaquinha para a compra de vacas (ok, esta ficou horrível). A startup americana permite que usuários comprem animais e sejam donos das peças de carne que esta cabeça irá gerar, após passar pelo frigorífico. O funcionamento é simples: pequenos pecuaristas que trabalham com raças especiais assinam um acordo com o site, disponibilizando um certo número de animais para a venda individual. As cabeças são…Continue a ler “Startup lança serviço de compartilhamento de vacas”

Portaria 66/2017

Medida cria regras de operação nos estabelecimentos que comercializam carnes no estado.   Portaria SES-RS Nº 66 DE 26/01/2017 Publicado no DOE em 31 jan 2017 Estabelece os requisitos e exigências para o funcionamento, licenciamento, fiscalização e controle dos estabelecimentos que exerçam a atividade de comércio atacadista e varejista nos segmentos de açougue e fiambreria, em todo o território do Estado do Rio Grande do Sul. O Secretário de Estado da Saúde do Rio Grande do Sul, no uso de suas atribuições e, Considerando as…Continue a ler “Portaria 66/2017 – Regulamentação dos Açougues no Rio Grande do Sul”