Tag: Café

25 de setembro de 2019

Aplicativo permite o envio de gorjeta para produtores de café da Colômbia


Gorjeta para produtores

O aplicativo Propina facilita o envio de dinheiro para agricultores colombianos através da internet e está disponível para iOS

Em português, o nome é bem ruim: Propina, o aplicativo que faz a ponte entre consumidores de café e os produtores colombianos quer ajudar financeiramente os agricultores do setor, investindo em aposentadoria para as famíias. Em troca, um sistema básico de rastreabilidade e informações como fotos das propriedades e dos beneficiados.

Propina, em espanhol, significa gorjeta. Daí o nome.

O sistema funciona da seguinte maneira: o cliente que frequenta cafés faz o seu pedido e, após consumir o produto, envia um valor pelo celular. O sistema de rastreabilidade garante que o agricultor que produziu aquele café receba a gorjeta, descontados 8% da empresa que mantém tudo funcionando, o grupo colombiano Crawford.

Uma boa ideia que pode ser replicada no Brasil, quem sabe até com os produtores de leite.


3 de janeiro de 2019

Hugh Jackman faz parceria com produtores de café da Etiópia


Hugh Jackman

Ator famoso por interpretar o personagem Wolverine nos cinemas também tem dinheiro investido em marca de café

O ator Hugh Jackman conheceu produtores de café da Etiópia, após uma visita ao país da África. O trabalho de um deles chamou a atenção do ator por conta da qualidade e da perseverança do produtor, de nome Dukale.

Da aproximação surgiu a parceria: o ator colocou o próprio nome em uma marca produzida com grãos etíopes e parte dos lucros vão reverter para a comunidade produtora, no financiamento de escolas, assistência médica e bônus salariais.

Além de criar o negócio, dar o nome e dar aquele gás no marketing, o ator ainda produziu um documentário sobre o agricultor, chamado Dukale’s Dream.

O café está disponível no mercado americano e é vendido em sacos ou em cápsulas recicláveis (US$ 11.49 por 16 unidades).

Acesse o site da iniciativa, aqui.


8 de agosto de 2017

Trator Allgaier Porsche Coffee Train P312


Trator Allgaier Porsche

Desenvolvido especialmente para as plantações brasileiras de café, 300 unidades foram exportadas para o país nos anos 50

 

Parece, mas não é. A carenagem desenvolvida para o trator Allgaier Porsche P312 não tem nada de aerodinâmica: ela foi concebida para não danificar as plantações de café durante o trato.

Outra especialidade do modelo é também sua fraqueza, pois o motor de dois cilindros à gasolina ficou bem fraco (e aquecia demais dentro daquela carenagem). Dizem também que a fumaça do escapamento de um motor diesel deixaria cheiro nos sensíveis e valiosos grãos de café.

 

300 unidades foram exportadas para o Brasil em 1954, para o trabalho em nossos cafezais.

 

 

 

Hoje muitos destes tratores vivem aos pedaços nos ferro-velhos brasileiros, alguns exemplares restaurados estão em pequenos museus e outras unidades retornaram para a Europa, nas mãos de colecionadores.

O trator “cafezeiro” desenvolvido para o Brasil é um modelo único da história das máquinas agrícolas, no mundo inteiro.

Para saber mais

História do P312 na Alemanha (em alemão), aqui.

Informações (e curiosidades) sobre o trator no site AUTOentusiastas.



Publicidade