Tag: Paquistão

24 de abril de 2020

Colhendo trigo (e palha) no Paquistão


colhendo trigo

 

Mesmo com alternativas modernas para a mecanização da coleta de palha de trigo, algumas comunidades ainda mesclam o uso de colheitadeiras com práticas centenárias

Um operador colhendo trigo, atravessando a lavoura sem deixar para trás qualquer vestígio de palha. Esta é uma imagem comum no Paquistão e na Índia, onde a mecanização agrícola tem características bem peculiares.

New Holland CR-8080 com coletor de palha, colhendo trigo. Reprodução do canal Different Angle no Youtube.

Primeiro, a terceirização é muito comum nestas regiões. Em época de colheita, caravanas de operadores autônomos com suas colheitadeiras antigas cruzam as estradas atrás de trabalho.

Colhendo trigo

Com a falta de recursos nas micro e pequenas propriedades, aluga-se o serviço e muitas vezes o negócio é à moda antiga: lona no chão e o produto descarregado ali mesmo, enquanto dezenas de pessoas juntam a produção em sacos.

Mas falando em palha, outra situação bem comum é o uso de colheitadeiras antigas com coletores de palha. A máquina não deixa nada no chão e vai acumulando em uma pequena caçamba, descarregando quando este chega no limite da capacidade, para que o contratante faça bom uso do produto.

A palha (ou Bhoosa como eles chamam por lá) é coletada, colocada em grandes caixotes de madeira montados no solo e pisoteada até ficar compactada na “forma”. Depois, a cobertura é selada com barro. A técnica milenar para o estoque de comida para os animais é o final do processo, que iniciou na máquina.

O caixote de palha, selado com barro. Veja mais aqui.

É claro que estes países também contam com propriedades usuárias de mecanização, balers, enfardadeiras e tudo mais na colheita de trigo e outras atividades. O interessante é observar que mesmo nos dias de hoje, as técnicas de antigamente ainda fazem sucesso, por necessidade ou tradição.

 


11 de julho de 2019

Vídeo da “Ovelha Kardashian” faz sucesso no Facebook


Ovelha Kardashian

É fácil entender a razão do apelido. Saiba mais sobre a raça de ovinos que aparece na postagem

Circula no Facebook um vídeo ambientado em uma região da Ásia, onde homens lidam com ovelhas com um traseiro pra lá de avantajado. A publicação apelidou as ovelhas de Kardashian, por conta da similaridade com o destaque da forma física da conhecida celebridade americana.

Leia também: Agricultor quer doar sua conta no Twitter para Kim Kardashian.

https://www.facebook.com/NerdiestAnimals/videos/345115086202275/

A raça em questão chama-se dummba (de “cauda” no idioma Urdu, falado no Paquistão) e tem esta aparência por estar totalmente tosqueada. Cerca de duas dezenas de raças de ovinos são chamadas de fat tailed (cauda gorda) por conta desta característica: literalmente, o acúmulo de gordura na cauda.

Uma das milhares de fotos da celebridade disponíveis na internet, para esclarecimento técnico deste post.

Segundo este post da Wikipedia, são raças de cauda gorda também a Adal sheep, Afghan Arabi, Afrikaner, Alai sheep, Altay sheep, Armenian Semicoarsewool, Awassi, Balkhi, Blackhead Persian, Chios, Damara, Edilbay sheep, Karakul, Laticauda, Meatmaster, Khalkh, Baidrag, Pedi, Red Maasai, Somali sheep, Tunis, Van Rooy e Zulu (Nguni).

O vídeo (até o momento) tem mais de 3 milhões de visualizações, 3 mil comentários e 23 mil compartilhamentos.



Publicidade