Tag: Trator

16 de junho de 2020

Ford 960 com colhedor de milho e outras raridades em leilão americano


Ford 960

A edição 2020 do Gone Farmin’ Spring Classic tem 500 tratores antigos, caminhões e objetos de colecionador na cidade de Davenport, Iowa

A Mecum Auctions anunciou mais um leilão de tratores antigos nos Estados
Unidos. Trata-se do Gone Farmin’ Spring Classic, um evento que atrai colecionadores de todo o país e coloca para a venda centenas de raridades agrícolas, máquinas e objetos de colecionador.

Todos os lotes apresentam belos itens (ainda que alguns tratores novos estejam enfiados no meio) mas a imensa maioria é de clássicos da agricultura, com larga predominância de tratores da John Deere.

Escolhemos o trator Ford 960 ano 1956 com colhedor de espigas de milho para representar aqui os clássicos. Sem lance mínimo definido, é um dos lotes que serão vendidos no evento.

Ford 960 em fotos

Ford 960
Ford 960

O trator tem colhedor de milho modelo Ford 602 de duas linhas instalado, pintado na cor vermelha, muito pouco usado. O link para este lote específico está aqui.

Um modelo similar em ação, no Youtube.

O evento acontece nos dias 18, 19 e 20 de junho na cidade de Davenport, Iowa, no Mississippi Valley Fair Center.

Outra preciosidade: um John Deere modelo A, de 1934.

Veja também

Leilão vende miniatura agrícola por R$ 10 mil nos EUA.

Minneapolis-Moline UDLX Comfortractor.

International Harvester 7488, uma obra de arte.


14 de junho de 2020

Um trator folheado a ouro, direto da Ucrânia


trator folheado

O feliz proprietário de um MTZ achou que seria legal ter um trator folheado a ouro e não economizou para se destacar entre os demais. Tem louco pra tudo

Um trator folheado a ouro foi flagrado parado em um estacionamento na Ucrânia, já faz um tempinho. Desde então, as fotos viralizaram na internet. Trata-se de um Belarus MTZ 1221, feito na Bielorrússia.

Pesos, lataria e detalhes nas rodas receberam aplicação de ouro. Não há fotos do interior da cabine. Sobre a real motivação do proprietário, não existe certeza, mas a máquina também já foi vista em uma feira agrícola na cidade de Kiev, indicando que possa ser alguma ação de marketing permanente de alguma revenda Belarus na região.

Via Belarus Feed.


7 de junho de 2020

Um ferro velho de tratores no Japão


ferro velho

Ancestrais do Kubota, Iseki e Shibaura ficam pegando sol até que um cliente leve para casa a máquina ou um pedaço dela

O Sun Route Japan é um ferro velho localizado na prefeitura de Tottori, na região de Chugoku na ilha de Honshu. Eles acumulam vários exemplares de tratores tradicionais do Japão e vendem em lotes para vários países do mundo.

Veja no Google Maps aqui.

A maioria das máquinas não é de grande porte. Centenas de “tobatinhas”, motocultivadores, pulverizadores e tratores pequenos em todos os estados de conservação (do sucatão ao semi-novo) estão disponíveis no estoque. O vídeo abaixo mostra um pouco da situação na empresa:

O mercado de máquinas usadas é forte no Japão. Em comum, parece que as empresas do setor gostam de publicar vídeos no Youtube com uma trilha sonora bem alternativa. Vejam este outro estoque da empresa Duyanh Corporation, da região de Okayama:

Ferro Velho no Japão – Contato

Faz muito tempo que a Sun Route não atualiza o Youtube, mas segue o contato

SunRouteJapan Co.,ltd.

252-1 hayabusakoge,Yazugun Yazucho,Tottori,japan 680-0405

TEL +81-858-72-3505

FAX +81-858-72-3508

E-mail : sakamoto@sun-route.net


5 de junho de 2020

Tratores que viraram dinheiro (de verdade)


tratores que viraram

Você já ouviu falar de gente que coloca dinheiro em tratores. Agora vai conhecer os tratores que foram colocados no dinheiro,em diversos países

O trator nosso de cada dia já virou arte em notas de dinheiro em diversos países. Neste post, uma lista de tratores que viraram arte “monetária” e andaram de mão em mão.

Nota de 5 na Nova Zelândia

A nota de 5 dólares da Nova Zelândia tinha em sua arte a imagem de Sir Edmund Hillary, um aventureiro (no bom sentido) neozolandes que participou de várias expedições pelo mundo. Entre elas, a Commonwealth Trans-Antarctic Expedition, viagem que levou em 1955 uma equipe até o Pólo Sul usando tratores Ferguson TO-20. A máquina está estampada na nota, perto do valor de face.

Veja também: A história dos tratores Massey Ferguson que foram para a Antártida.

O trator foi removido em 2016, em uma atualiação de segurança que precisou de mais espaço na nota.

Nota de 200 no Vietnã

A nota de 200 dongs (uma das moedas mais desvalorizadas do mundo) do Vietnã tem estampado um trator MTZ-82, máquina fabricada na Bielorrússia. O trator foi parar ali para reprentar a agricultura do país, em uma nota que não compra sequer uma banana por lá, além de já não circular muito por ser feita de algodão e estragar com facilidade.

Nota de 20 quiates da Birmânia (atual Myanmar)

A nota de 20 na então Birmânia exibia um trator puxando discos no ano de 1965. O país fica no sul da Ásia, vizinho da China e da Tailândia.

Nota de 10 na Etiópia

Na mesma pegada da Birmânia, a nota de 10 Birrs etíopes mostrava um trator, mas com melhor resolução.

Tratores que viraram dinheiro, com colheitadeira! A nota de 10000 do Zimbabwe

A nota de 10 mil dólares do Zimbabwe não se contentou em colocar apenas um trator em sua arte, mas também uma colheitadeira (parecida com uma Massey Ferguson MF 5650). E os dois não são desenhos e sim fotos.

Nota de 1 Yuan da China

Não exatamente o trator, mas a tratorista. Liang Jun, a primeira mulher a pilotar um trator na China foi imortalizada na nota de 1 yuan, juntamente com um ovelhas sendo pastoreadas. A nota circulou entre 1962 e 1996.

Outras notas

Outras notas merecem destaque: na República Centro-Africana algumas notas (em especial a de 5000) apresentavam tratores em suas artes. Na Índia, uma nota de 5 rúpias tinha Gandhi e um trator e na Bulgária uma nota de 10 leva tinha um pequeno trator. Na República Socialista da Albânia, a nota de 25 tinha um trator DT-54 da Caterpillar no verso,em 1964.

Esquecemos alguma nota? Entre em contato pela página no Facebook.


21 de maio de 2020

International Harvester Acremaster, o gigante australiano


acremaster

A empresa australiana Acremaster fabricou tratores para a International Harvester em meados dos anos 80

A Acremaster foi uma fabricante de tratores australiana que passou por “várias mãos” e construiu entre os anos de 1983 e 1985 modelos para a International Harvester.

Fundada em 1975 na cidade de Merredin por Laurie Philips, a empresa construiu e vendeu modelos próprios com a marca Philips-Merredin ou apenas Philips. Em 1984, foi vendida para Don Zanetic e mais tarde para a Horwood Bagshaw. No final, o fundador foi trabalhar com o fabricante de tratores articulados Phoenix. Os dados são do Tractor Fandom.

A empresa encerrou as operações em 1985.

International Harvester Acremaster

Um Acremaster A210 puxando uma plantadeira DBS

Os tratores da Acremaster usavam principalmente motores da Mercedes-Benz V6, V10 e V12, com alguns modelos usando Cummins. A linha International Harvester tinha entre 210 e 520 hp. Para a época, alguns itens eram destaque como a cabine confortável e silenciosa, compressor de ar e a robustez típica das máquinas australianas, feitas para durar.

Veja também

Uma colheitadeira elétrica feita na Austrália.


22 de abril de 2020

Direito de consertar: australianos na briga entre agricultores e fabricantes


direito de consertar

O movimento right to repair (direito de consertar) ganhou o auxílio de uma entidade australiana de proteção do consumidor, na briga pelo acesso ao software dos tratores

A briga entre agricultores e grandes fabricantes de tratores pelo direito de consertar o próprio maquinário já foi tema de texto no Blog do Farmfor aqui e aqui (leiam clicando nos links). Agora, a celeuma ganhou mais um capítulo.

A Australian competition and consumer watchdog, ou ACCC, uma espécie de Procon misturado com Cade lá da Austrália (exagerando) quer saber mais sobre o relacionamento entre os agricultores que compram tratores e os fabricantes, se estes possuem acesso a ferramentas de software (programas de computador) e peças para reparar os próprios tratores.

Na realidade os agricultores – alguns vivendo em áreas bem isoladas do país – ficam dias sem acesso aos próprios tratores no caso de defeito, esperando a assistência técnica do fabricante aparecer no local e consertar o equipamento. Se fizerem algo por conta, correm o risco de perder a garantia.

A ACCC começou ouvindo os fabricantes. Segundo reportagem da ABC australiana, cinco representantes de grandes marcas agrícolas já foram ouvidos, agora é a vez dos agricultores.

A investigação da ACCC não tem caráter judicial, é apenas uma pesquisa com os dois lados do conflito.

Direito de Consertar – leia também

Em fevereiro, a ACCC publicou um documento sobre o pós-venda de máquinas agrícolas na Austrália. Leia (em inglês) neste link.

Nossa opinião

Se por um lado tratores já não são mais as máquinas humildes do passado, quando os próprios agricultores muitas vezes dominavam 100% da manutenção, hoje são máquinas complexas que envolvem também partes eletrônicas e computadores, mas também fazem o serviço com mais qualidade (ou deveriam).

As empresas de máquinas agrícolas investiram muito dinheiro ao longo dos anos em desenvolvimento, é aceitável que protejam certas partes, desde que isso fique bem claro no momento da compra, sem dúvidas entre as partes. É desejável também que os fabricantes de todos os portes tenham liberdade para criar, vender e dar manutenção em sistemas mais abertos (pode surgir aí uma nova oportunidade).

Por fim, se ainda não chegou ao agro, é questão de tempo: tecnologias abertas um dia farão parte da rotina dos agricultores, da lida com as máquinas até a forma como usam GPS. As grandes marcas vão em um primeiro momento sentir o impacto desta concorrência. Depois, aderir. Aguardem.

Foto da capa: John Deere under Australian skies: Bahnfrend (CC BY-SA 4.0)

Informações extras

RIGHT TO REPAIR: TRACTOR MANUFACTURERS MIGHT HAVE MET THEIR MATCH IN AUSTRALIA.

JOHN DEERE AND NEBRASKA’S RIGHT TO REPAIR, THE AFTERMATH OF A FAILED PIECE OF LEGISLATION.

As farmers fight for the right to repair their tractors, an antitrust movement gains steam.


23 de março de 2020

Kubota compra parte da indiana Escorts Agri Machinery


kubota compra

Japoneses vão ficar com 10% da fabricante dos tratores das marcas Farmtrac e Powertrac, tradicionais no país

A Kubota está em processo de compra de 10% da empresa indiana Escorts Agri Machinery, fabricante pioneira no país e que tem como destaques os tratores das marcas Farmtrac e Powertrac.

Kubota compra parte da indiana Escorts Agri Machinery.

Segundo o Indian Times, a parceria deverá elevar as empresas ao posto de líder de mercado na Índia. Em contrapartida, a mesma Escorts comprará 40% da Kubota Agricultural Machinery India.

As maiores marcas de tratores na Índia são Mahindra & Mahindra, Tractors and Farm Equipment Limited, John Deere India Pvt. Ltd, Swaraj Tractors, Sonalika Tractors, Escorts Agri Machinery, New Holland Tractors, Mahindra Gujrat Tractor Ltd, Force Motors Tractors, HMT Tractors, Preet Tractors, Standard Tractors, Indo Farm Tractors, Captain Tractors e Mitsubishi Tractor. Os dados são do TractorInfo.

Veja também

O Trator dos Sonhos da Kubota no Japão.


19 de março de 2020

New Holland bate a marca de 500 mil tratores fabricados na Índia


new holland bate

Fabricante comemorou a marca histórica no país

A New Holland da Índia chegou na marca dos 500 mil tratores produzidos no país. Ou “5 lakh” como eles contam por lá.

New Holland bate a marca de 500 mil tratores produzidos no país.

A New Holland começou as atividades na Índia no ano de 1998, fabricando tratores de 70 hp direcionados ao mercado do país. A fábrica fica na cidade de Noida e tem capacidade para a produção de 60 mil tratores por ano.

Veja também: Ator indiano quita a dívida de agricultores em seu estado natal.

Hoje a planta de Noida são exportados para a Ásia, África, Oriente Médio, Austrália e América do Norte.

Saiba mais no site da New Holland Agriculture India.


18 de março de 2020

Presidente da Bielorrússia quer “tratorterapia” para o coronavírus


Alexander Lukashenko disse que tratores e o mundo rural podem curar todo mundo

O presidente da Bielorrússia (ex-república soviética que fica hoje entre a Rússia e a Polônia) disse em um encontro que foi transmitido pela TV local na segunda que o trabalho no campo pode ser um caminho para vencer o coronavírus. “Quem trabalha com o trator não fala em vírus”, complementa o presidente.

Alexander Lukashenko tem forte ligação com o campo: nos tempos na União Soviética, foi diretor de uma das fazendas coletivas do regime comunista. Hoje, o presidente é conhecido por declarações polêmicas e por dirigir o país com mão firme.

O dia em que o presidente da Bielorrússia recebeu a visita de Steven Seagal.

A Bielorrússia tem destaque na produção de tratores e entre os líderers no setor está a Belarus Tractor (Minsk Tractor Works).

Alexander Lukashenko já demitiu três funcionários públicos por não gostar da sujeira de um estábulo

presidente da bielorrússia
Foto: Andrei Stasevich.

Em março de 2019, os jornais da região noticiaram um ato inusitado do presidente. Em visita a uma propriedade rural na região de Mogilev, encontrou as vacas caminhando no esterco e sujas de barro. Imediatamente, xingou os responsáveis e demitiu três dos envolvidos, inclusive um governador.

Se trator e trabalho no campo não funcionar, o presidente tem um plano B.

Em meados de março, Lukashenko deu outra receita para acabar com o coronavírus que deve ser tiro e queda: sauna e vodka, três vezes por semana.

Veja também

Palesse GS 4218 CNG, a colheitadeira movida a gás metano


17 de março de 2020

Coronavírus: agricultores estão ajudando a desinfetar ruas na Espanha


desinfetar ruas

Tratores e pulverizadores tomaram as ruas em cidades da Espanha para realizar a aplicação de desinfetante, combatendo o coronavírus

Já mostramos muitas vezes aqui no blog ou no Facebook os tratores tomando as ruas da Espanha e de outros países da Europa para a realização de protestos. Desta vez, a “invasão” tem outro motivo.

Tratores com pulverizadores de barras e atomizadores estão ajudando a desinfetar as ruas em cidades espanholas. Em Alcarràs, a aplicação de desinfetante segue firme com um John Deere:

Segundo o usuário Catalan Heliodoro no facebook, a solução usada é baseada em hipoclorito dissolvido em água. Não se trata de um pulverizador cheio de alcool 70%, pronto para explodir (antes que alguém pense algo parecido).

Agricultores ajudam a desinfetar ruas

Imagem: Catalan Heliodoro.
Imagem: Catalan Heliodoro.

Veja também

Trabajos para desinfectar calles de Alcarràs.

China usa drones para combater coronavírus.


12 de março de 2020

Cellestial E-Mobility lança trator elétrico na Índia


Cellestial E-Mobility

A Cellestial E-Mobility desenvolveu o tratorzinho que promete 75km de autonomia com uma única carga, com motor que equivale a um convencional de 21 hp

Mais um trator elétrico nasce em algum lugar do mundo, desta vez na Índia. A empresa Cellestial E-Mobility não é essencialmente agrícola, mas lançou um trator para a sua linha de veículos elétricos.

O modelo empower foi desenvolvido para os pequenos agricultores do país e conta com uma autonomia de 75 km, no motorzinho de 4,4 kW que (segundo o fabricante) equivale a um motor diesel de 21 hp. A recarga é feita em 6 horas em qualquer tomada normal com capacidade para 16 amperes.

O empower conta ainda com freio regenerativo, capacidade de carga de 1,2 toneladas, baterias intercambiáveis de lítio de 150 Ah e um inversor capaz de alimentar com corrente alternada pequenos dispositivos, usando a energia da bateria.

O preço não foi revelado.

Veja também

Trator elétrico da Fendt continua em testes na Europa

SKE 50, o trator elétrico da suíça Rigitrac

O estranho trator elétrico sem bateria da John Deere


9 de fevereiro de 2020

Trator é roubado durante velório do proprietário na Irlanda


trator é roubado

A família oferece recompensa para quem der informações sobre o trator roubado durante o momento triste para todos

Tem vagabundo em todos os cantos do mundo e esta história vem da Irlanda através do site That’s Farming.

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=818665795319294&set=a.129201537599060&type=3&theater

Um trator Super Dexta azul foi roubado em uma propriedade durante o velório do proprietário na região de Carndonagh, Donegal na Irlanda. Os ladrões arrombaram o galpão e levaram a máquina que estava com a família há muito tempo.

Trator roubado
Foto meramente ilustrativa: Fordson Super Dexta, similar ao trator subtraído ddurante o velório. Créditos: K Garret/Flickr

A família oferece uma recompensa para quem informar algo sobre o paradeiro do trator, neste perfil do Facebook.

Veja também

Aeroporto da Irlanda libera o corte da grama para fabricação de silagem.


21 de janeiro de 2020

O Trator dos Sonhos da Kubota no Japão


trator dos sonhos

 

trator dos sonhos

Empresa criou o trator conceito “X-Tractor – Cross Tractor” e colocou o modelo em exibição durante evento no Japão

O X-Tractor – trator futurista da Kubota – foi exibido no estande da empresa durante evento que é parte das comemorações dos 130 anos da marca japonesa.

A Kubota também celebra 50 anos de outro protótipo, tabém chamado de Dream Tractor, exibido em 1970 durante a Japan World Exposition (Expo 70) em Osaka.

O “Trator dos Sonhos” em 1970.

Trator dos Sonhos – Causa Nobre

O X-Tractor atual tem inteligência artificial, motores elétricos e é totalmente autônomo, representando a definição de futuro da agricultura perseguida pela Kubota.

Para os engenheiros, a causa é nobre: há um crescente número de agricultores saindo da atividade no Japão por conta da aposentadoria, enquanto a escala da produção continua a crescer em um cenário de concentração de terras (mais gente vendendo a propriedade). Este tipo de tecnologia é vista como uma espécie de salvadora da atividade.

Vídeo disponível no Youtube mostrando o X-Tractor e outros modelos da Kubota, durante o evento. Créditos: Shaikh Afsar Shaikh Abdul.

Há que se destacar também a falta de mão de obra no campo e a baixa eficiência nas pequenas operações agrícolas. Os agricultores estão envelhecendo, além de todos os outros problemas sociais conhecidos no Japão.

Veja também

Agri Robo, o trator autônomo da Kubota.

 


6 de janeiro de 2020

Puma 240 CVX da Case IH foi o trator mais vendido em 2019 na Dinamarca


Puma 240

Mais de 1700 tratores foram vendidos na Dinamarca em 2019 e o Puma 240 lidera, mas no somatório de marcas a New Holland é a campeã

Em 2019, foram vendidos 1731 tratores na Dinamarca. Entre todos, o modelo mais vendido foi o Puma 240 CVX, da Case IH, com 79 unidades.

A lista segue assim:

2: New Holland T7.270 AutoCommand 71 unidades

3: Massey Ferguson 7726S 48 unidades

4: John Deere 6250R 46 unidades

5: John Deere 6215R 42 unidades

6: John Deere 3045R 35 unidades

7: New Holland T7.165 33 unidades

8: Claas Axion 830 29 unidades

9: Fendt 724 28 unidades

10: New Holland T7.315 AutoCommand 26 unidades

Os dados são da DBI IT, entidade da área automotiva no país.

Já o ranking por marcas é um pouco diferente. Em primeiro lugar está a New Holland, com 382 tratores vendidos, seguida pela Case IH com 372 e a John Deere com 343. O resto da lista, abaixo:

Massey Ferguson 191

Valtra 140

Fendt 133

Claas 114

Deutz-Fahr 31

Kubota 24

Landini 7

McCormick 7

Lovol 3

Arbos 2

JCB 2

Same 2

Iseki 1

Lindner 1

Veja também

Esquerda da Dinamarca quer banir glifosato no país já em 2020.


12 de dezembro de 2019

Tratores comprados com dinheiro público estão abandonados em MG


tratores comprados com dinheiro público

Denúncia do jornal Estado de Minas mostra o abandono de tratores New Holland e implementos abandonados no tempo na sede do INCRA

Tratores comprados com dinheiro público em 2018 estão abandonados na sede do INCRA no sul da capital Belo Horizonte. Conforme denúncia do jornal Estado de Minas, são 14 tratores New Holland e 22 grades aradoras. Cada trator custou R$ 75 mil.

A foto de capa desta nota é meramente ilustrativa. Já esta imagem é da sede do INCRA onde estão os tratores New Holland. Créditos: Jair Amaral/EM/D.A PRESS.

Os equipamentos foram comprados com dinheiro de emendas parlamentares e há uma investigação em curso sobre o uso eleitoral neste esquema. No total, foram gastos 2,5 milhões na compra dos tratores, grades aradoras e até carretas agrícolas. Uma parte dos equipamentos foi entregue e a outra está no pátio do INCRA ao relento, desde a compra.

Confira a reportagem completa, aqui.


17 de novembro de 2019

Trator mais rápido do mundo: o desafio está de volta


trator mais rápido

O piloto de provas e astro de TV Guy Martin quer bater o próprio recorde de 166 km/h obtido recentemente, com versão atualizada do trator JCB

Trator mais rápido

Em junho, Guy Martin bateu o recorde de velocidade com um trator, usando um modelo JCB tunado. A máquina chegou a 166 km/h em uma pista de aeroporto na Inglaterra.

Neste domingo, 17 de novembro, uma nova edição do seu programa Guy Martin: The World’s Fastest Tractor irá ao ar na TV britânica, mostrando uma nova tentativa de quebra do próprio recorde. Desta vez, a JCB e o próprio piloto desenvolveram uma versão do trator usando materiais mais leves e com algumas modificações.

O JCB “de corrida”.

Acesse o link do episódio, aqui.


12 de novembro de 2019

iTarra, o trator robô da Irlanda


iTarra

O iTarra é híbrido e pode ser controlado remotamente por um painel ou por óculos de realidade virtual

O iTarra é mais um protótipo de “trator robô” apresentado na Agritechnica 2019. É um projeto da empresa Acres, da Irlanda. Segundo o site, a Acres é especializada em veículos para agricultura, construção civil, indústria e defesa. O nome vem da palavra tarracóir, trator em irlandês.

Trator iTarra: autônomo e com GPS Topcon

O projeto do trator lembra um pouco os robôs usados em salvamento e desarme de bombas. A mesma plataforma é usada em todas as áreas onde a empresa foca, apenas trocando os acessórios.

Painel de Controle do iTarra

A proposta é de um trator com esteiras, movido por motores elétricos mas com um gerador diesel interno, alimentando todo o sistema e também o “PTO”. Melhor dizendo, um cabo de energia que alimenta os implementos, também elétricos.

Segundo o Farmers Journal, o trator deverá ficar na faixa entre 150 e 200 mil euros.


10 de novembro de 2019

Konzept – o protótipo de trator híbrido da Steyr


Konzept

Konzept :trator conceito tem motor diesel e um gerador elétrico para alimentar o sistema e carregar a bateria

Trator conceito de feira é quase sempre aquela história: um design espacial com estilo futurista, cabines diferenciadas e nada de movimento. A Steyr levou para a Agritechnica 2019 o Konzept, protótipo com motor diesel que alimenta um gerador que, por sua vez, toca os motores das rodas e um quinto do PTO.

Não existe marcha, a velocidade e torque é toda controlada eletronicamente nos motores que estão ligados diretamente nas rodas.

Como parceiro do trator, um drone vai junto para coletar dados da lavoura que são transmitidos em tempo real para a cabine.

Vídeos do Konzept

Mais informações no site Mechaman.


6 de novembro de 2019

Dez imagens de tratores com [censurado] para você curtir


imagens de tratores

 

Imagens de tratores com um acessório muito especial que seriam censuradas imediatamente por determinada rede social

O Facebook resolveu censurar nosso post sobre o rifle temático da Sauer em parceria com a Fendt (veja o link aqui). Qualquer menção a armamento agora sobre forte censura nas páginas.

O Rifle de caça, censurado no Facebook.

Fizemos uma seleção de imagens de tratores e outras máquinas com o melhor acessório em diversas situações: uma arma na cabine. Confira:

O usuário Allen Meissner do Twitter @bigaljack mostra o seu suporte para AR15 na cabine John Deere de um pulverizador 4830.
O proprietário deste Kubota costuma caçar entre uma lida e outra. Os acessórios vão junto. Via ar15.com
Este fixa o acessório com velcro. Via Farm Show.
Mais discreto, via Survalist Boards.
Mais uma no suporte do vidro. Via The Firearm Blog.
O azul também leva. Via 24hourcampfire.
Este também leva um somzinho. Via Farm Show.
Mais difícil de pegar. Visto na Wiedmann Bros.
Revolver? Também. Via Guns.com
New Holland também leva. Via Tractor By Net.

Bônus

Sempre pronto para as batalhas do dia a dia 🙂

2 de novembro de 2019

Trator elétrico da Fendt continua em testes na Europa


trator elétrico da fendt

A Fendt construiu diversos protótipos do modelo e-100 Vario para testes em propriedades selecionadas. O trator deverá ser vendido em 3 anos.

A Fendt está fazendo testes com o seu trator elétrico e-100 Vario por toda a Europa, com protótipos do modelo que deverá entrar no mercado até 2022.

A revista holandesa Boerderij publicou uma avaliação sobre um destes protótipos no início do mês de novembro, no sul da Alemanha.

A publicação destaca que o trator tem uma bateria de 600 kg e um motor elétrico com rotação, mesmo com o trator parado, de 800 rpm. O motor tem torque limitado para “imitar” a curva de um motor diesel normal de três cilindros. Resumindo: não dá para brincar no arrancadão.

A “pequena” bateria do Fendt e-100 Vario.
O cabo para carregar.
Ligue o som para ouvir o barulho do motor elétrico.

A bateria de 600 kg tem 100 kWh e dura cerca de 5 horas na lida. Para carregar, leva o mesmo tempo. A potência do trator é de 68 hp. Ao contrário da abordagem de algumas empresas que instalam motores diretamente nas rodas, a Fendt optou por motor único, sendo todo o resto da máquina muito similar a um modelo convencional.

Confira o artigo na íntegra, em holandês.

Leia mais artigos sobre a Fendt no Blog do Farmfor.



Publicidade