Tag: Mudanças Climáticas

29 de maio de 2022

Agricultor alemão processa a Volkswagen por questões climáticas


agricultor alemão

O agricultor orgânico Ulf Allhoff-Cramer, da Renânia do Norte-Vestfália, se juntou com o Greenpeace para colocar a Volkswagen na justiça

agricultor alemão

O agricultor Ulf Allhoff-Cramer resolveu processar a montadora Volkswagen para que a empresa “tome providências” sobre as mudanças climáticas. Entre as demandas, Ulf – que é apoiado pelo Greenpeace – quer que a Volks pare de produzir carros a combustão a partir de 2030. A briga ganhou destaque na mídia alemã e virou reportagem até na Deutsche Welle.

Ulf Allhoff-Cramer – veterano das causas ambientais e agricultor orgânico – lutando contra uma usina nuclear em 2011.

Na última sexta, o processo “andou” no Tribunal Distrital de Detmold e o juiz não levou muita fé, ordenando que o pedido seja melhorado, já que há uma certa subjetividade em demandar “liberdade em relação aos gases de efeito estufa”. O alemão alega que o efeito estufa está causando prejuízo em sua propriedade.

O juiz decidirá sobre o caso no próximo dia 9 de setembro, sendo possível ao agricultor e ao Greenpeace recorrer.

Saiba mais

Organic farmer takes Volkswagen to court

Klage: Detmolder Bio-Bauer will VW zu mehr Klimaschutz verpflichten


18 de fevereiro de 2021

Deep Freeze – o inferno gelado que tomou conta do Texas


deep freeze

Deep Freeze – a Tempestade Invernal Uri vem atacando severamente os Estados Unidos e o México, causando uma onda de frio sem precedentes para algumas regiões e de forma muito rápida. O Texas está um caos, com temperaturas na casa dos -26C (sim, menos 26 graus Celsius). A tempestade atingiu os EUA com mais força entre 12 e 16 de fevereiro.

deep freeze

A foto acima ilustra muito bem a situação: na localidade de Goodnight, no Texas, uma vaca de 700kg está de pé na água congelada de um bebedouro. Os créditos são da ouvinte Jerell Key, da KTXS.

O frio provocou diversos problemas na rede de distribuição de energia elétrica do Texas, causando um blecaute que durou várias horas ou dias, deixando a população em casa sem aquecimento, os canos dágua congelados e as estradas com acesso dificultado. Os hospitais estão recebendo muitos pacientes intoxicados por monóxido de carbono e hipotermia. Pelo país, mais de 20 mortes causadas pelo frio já foram confirmadas.

Gambiarra pela sobrevivência: morador usa o aquecimento do carro para levar ar quente até a residência.

O Deep Freeze e o debate sobre as energias limpas no Texas

A tempestade (e seus problemas) dispararam todo tipo de debate nos EUA, da qualidade do gerenciamento do sistema de energia até os possíveis erros do Electric Reliability Council of Texas (ERCOT), uma espécie de operador que gerencia todo o fluxo entre geradores de energia e consumidores residenciais ou industriais.

Janeiro é o mês mais frio do ano no Texas e costuma ter temperaturas mais altas entre 11C e 21C e as mais baixas entre -5C e 11C. O volume de chuvas no mês fica entre 25 e 50 mm. Fevereiro já é mais ameno – no geral entre -3C e 24C – com ocorrência de neve apenas nas montanhas.

E esta normalidade foi quebrada pelas temperaturas congelantes da Uri. Na realidade, ninguém está acostumado a situações como esta na região, seja no vestuário, preparação, cultura ou toda a infraestrutura.

Ventilador de teto congelado em residência. Foto: Thomas Black no Twitter.

Com o frio, a demanda por energia elétrica aumentou muito, forçando os operadores a adotarem blecautes em forma de rodízio. O gelo congelou as turbinas eólicas, comprometendo cerca de 50% da sua capacidade (que por si só responde por 25% de todas as opções energéticas do estado nesta época do ano).

Os sistemas de geração a gás também foram comprometidos por falta de investimento em equipamentos de proteção para baixas temperaturas. Sem trocadilho, foi a tempestade perfeita. Pra piorar, alguns especialistas apontam que o Texas não consegue receber energia de outros estados por ter uma rede de distribuição muito isolada. Um resumo da guerra midiática entre esquerda e direita pode ser visto no site Carbon Brief.

O Agro também sofre

A situação está prejudicando a logística para qualquer coisa, mas os embarques de grãos pelo Golfo do México estão sofrendo com os atrasos. Os produtores de cítricos estão observando congelamento interno dos frutos no pé e os pecuaristas estão sem água, alimentação e aquecimento para os animais. Uma tragédia.

Saiba mais

Coletânea de fotos da crise no Texas no site The Straits Times.

Why the Deep Freeze Caused Texas to Lose Power (Scientific American).

 

 


14 de fevereiro de 2021

Bill Gates quer que países ricos consumam apenas carne sintética


Bill Gates quer

Bill Gates quer

Bill Gates quer carne de laboratório no prato dos ricos

Bill Gates quer arranjar encrenca com os pecuaristas. O bilionário fundador da Microsof, pai do sistema operacional Windows, dono de um pedaço da John Deere e também de uma enorme quantidade de terras nos Estados Unidos, fez declarações pesadas para o jornalista James Temple, da revista MIT Technology Review, sobre formas de se combater o Aquecimento Global.

O bilionário está lançando um novo livro com o título Como evitar um desastre climático: As inovações que temos e as inovações necessárias (link na Amazon), dando suas ideias para o combate das mudanças climáticas no planeta. Quando indagado sobre a produção de alimentos, a poluição gerada pela pecuária e fertilizantes e a produção de carne sintética, respondeu:

Para a África e outros países pobres, teremos que usar a genética animal para aumentar drasticamente a quantidade de carne bovina por emissão para eles. Estranhamente, o gado dos EUA, por ser tão produtivo, as emissões por quilo de carne bovina são dramaticamente menores do que as emissões por quilo na África. E como parte do trabalho da Fundação Bill e Melinda Gates, estamos tirando proveito do gado africano, o que significa que eles podem sobreviver no calor e cruzar a produtividade monstruosa tanto do lado da carne quanto do leite do elite das linhas de carne bovina dos EUA.

Então, não, não acho que os 80 países mais pobres comerão carne sintética. Eu realmente acho que todos os países ricos deveriam mudar para carne 100% sintética. Você pode se acostumar com a diferença de sabor, e a alegação é que eles vão tornar o sabor ainda melhor com o tempo. Eventualmente, esse prêmio verde é modesto o suficiente para que você possa meio que mudar o comportamento das pessoas ou usar a regulamentação para mudar totalmente a demanda.

Portanto, para a carne nos países de renda média e superior, acho que é possível. Mas é um daqueles onde, uau, você tem que rastrear todos os anos e ver, e a política [é um desafio]. Existem todas essas contas que dizem que tem que ser chamado, basicamente, lixo de laboratório para ser vendido. Eles não querem que usemos o rótulo de carne bovina.

Bill Gates e Warren Buffet batendo um lanchinho em restaurante dos EUA no dia em que o VR entrou.

Os destaques no texto são nossos. Vale lembrar que o Brasil está entre os 25 países mais ricos do mundo e também é o maior produtos de carne do planeta. Uma vez aplicada a recomendação do bilionário com está colocada, teríamos sérios problemas econômicos. Não podemos esquecer também que Bill é investidor (adivinha?) de uma empresa que pesquisa e produz alternativas em carne sintética. O leitor do Blog do Farmfor ficou sabendo deste detalhe em fevereiro de 2018 em “Carne sintética desafia pecuaristas americanos“.

O filme O Demolidor virando realidade

“O contato físico não existe, dizer palavrão é crime, a comida é naturalista e todos são corretos, falsamente simpáticos e inclusivos. Um mundo orientado e individualmente doente, onde quem tenta viver com autoconsciência é criminalizado pelo Estado onipresente.” – Este é o quadro no filme O Demolidor, bem explicado e comentado neste texto da Lócus Online.


7 de janeiro de 2020

Aquecimento global? 183 pessoas presas na Austrália por iniciar queimadas


Aquecimento Global

Em diversas partes do país, pessoas foram presas por colocar fogo por conta própria em matagais, iniciando incêndios incontroláveis

Desde o início da temporada de incêndios na Austrália, 183 pessoas foram presas por colocar fogo de forma criminosa em matagais.

Os dados foram compilados em reportagem do The Australian e replicados por diversos sites de notícia do mundo inteiro.

Como já era de se esperar, a turma do “Aquecimento Global” vem tentando ganhar espaço no debate desde o início da crise que assola o país, tendo como certo que as mudanças climáticas são as causas dos incêndios. Agora, com as incontáveis prisões e indiciamentos de pessoas que iniciaram queimadas, caem por terra certas teorias.

Aquecimento Global não causa incêndio criminoso

O Membro do Parlamento da Austrália, Craig Kelly, “foi para o pau” com o apresentador de TV Piers Morgan em um programa ao vivo da TV Britânica ITV onde a questão ambiental era o ponto central nas causas dos incêndios australianos. O político xingou ao vivo uma meteorologista que participava no estúdio de “menina do tempo ignorante”.

Maconheiro incendiário

Um dos incêndios no mês de novembro teve uma causa peculiar: foi iniciado por um homem de 51 anos que pretendia proteger a sua plantação de maconha dos incêndios vizinhos na região de Northern Tablelands, New South Wales. A façanha destruiu 5400 hectares de matas.

Veja também

Gado queimado é sacrificado na Austrália.


2 de dezembro de 2019

Apresentador de TV britânico chama Greta Thunberg de idiota


Greta Thunberg

Jeremy Clarkson, apresentador do Top Gear e do The Grand Tour, soltou o verbo contra a ativista mirim do aquecimento global

O apresentador de TV do Reino Unido Jeremy Clarkson disse, durante uma roda de conversa com jornalistas , que a ativista infanto-juvenil sueca Greta Thunberg é uma idiota estúpida, quando o tema da conversa passou a ser “mudanças climáticas”.

Leia também: Ativista vegano quase morre enforcado em abatedouro de patos.

Jeremy Clarkson tem uma vida inteira dedicada a programas de TV sobre carros e automobilismo em geral. Nas horas vagas, mantém até mesmo uma pequena propriedade rural na Inglaterra. Atualmente, está no ar na Amazon com o programa The Grand Tour e já foi apresentador do Top Gear.

O apresentador é um conhecido crítico do ativismo ambiental e considera Greta Thunberg uma má influência para os jovens de hoje em dia, que “antes de dizer papai e mamãe já odeiam carros”.

Jeremy Clarkson é o do meio. Esta camiseta do Che Guevara não ajudou em nada.

Saia mais

Apresentador britânico Jeremy Clarkson chama “idiota” a Greta Thunberg.

Jeremy Clarkson launches scathing attacks on Greta Thunberg, Corbyn, woke culture and snowflakes.



Publicidade