Furacão Irma acertou em cheio a região americana produtora de cítricos.


Perdas altíssimas e gente saindo do negócio. Este é o cenário para o sul da Flórida, estado com tradição na produção de laranja e que sofreu com a devastação causada pelo furacão Irma.



Os meses de setembro e outubro estão no pico da produção para as plantações de cítricos da Flórida. O que se vê por lá agora são rios de laranjas boiando em pomares ainda alagados, árvores com raízes expostas e muita podridão.

A tragédia também deve movimentar o mercado de suco de laranja, favorecendo o Brasil, já que o México, outro produtor, também enfrenta problemas com furacões.